A instabilidade afeana começa a preocupar os torcedores

Com as duas derrotas, a Ferroviária está fora da zona classificatória da Série D pela primeira vez desde o dia 5 de junho de 2021

| ACidadeON/Araraquara -

Ferroviária perdeu duas partidas seguidas pela Série D do Brasileiro (Foto: Jonatan Dutra/Ferroviária)

  


Na última semana a Ferroviária recebeu e visitou Real Noroeste e Nova Venécia, respectivamente. Em ambos os jogos a Locomotiva saiu derrotada, visto que apresentou um futebol fraco, estando muito abaixo daquilo que a equipe pode entregar. 


No primeiro encontro, a equipe grená promoveu a entrada de Rafael Costa no lugar de Tony, dando, em tese, mais amplitude e ofensividade para o meio-campo afeano. Porém, o ataque da Locomotiva foi ineficiente no encontro. 


O time capixaba saiu vencendo e a Ferroviária empatou com gol de pênalti de Michel. Porém, com poucas oportunidades ofensivas, e repetindo os mesmos erros da partida contra o Bahia de Feira, a Locomotiva sofreu mais um revés no segundo tempo. 


Após sair derrotada do encontro, a Ferroviária apresentou dois reforços antes de viajar para Nova Venécia: tratam-se de Matheus Santos, volante de 21 anos revelado pelo América-MG, e Victor Rangel, atacante de 31 anos com passagens por Botafogo e Santa Cruz. 


Matheus é jovem e chega por empréstimo do Porto Vitória, após disputar o Campeonato Mineiro pela Patrocinense, no qual disputou 8 jogos, na maioria entrando no decorrer das partidas. 


Já Victor é mais experiente e estava no Joinville para a disputa do Campeonato Catarinense, quando disputou 11 jogos e marcou três gols, com direito, também, a uma assistência. Vale ressaltar que em todas as partidas Victor começou como titular.  

Sequência negativa aumentou pressão sobre Tiago Carpini e seus comandados (Foto: Tiago Pavini/Ferroviária)
 



No segundo jogo, visitando o Nova Venécia, a Locomotiva promoveu mais algumas alterações: o meio campo seria formado por Rafael Luiz, Marquinhos, Vitinho e Thomaz, enquanto Welinton Torrão, Rafael Costa e Vitinho perderam lugar na equipe para este embate. 


A Locomotiva começou bem e abriu o placar com um gol contra, após bela jogada pelo lado direito e cruzamento de Thomaz. Porém, após duas falhas defensivas, de Léo Silva e Carlão, respectivamente, a Ferroviária viu o time mandante ultrapassá-la no placar. 


Com as duas derrotas, a Ferroviária está fora da zona classificatória da Série D pela primeira vez desde o dia 5 de junho de 2021, quando foi derrotada pelo Uberlândia na primeira rodada da última Série D. 


A Ferroviária começou o campeonato de forma sonolenta e acabou perdendo pontos que poderão ser importantes no decorrer da fase de grupos. Se quiser livrar-se da Série D e conquistar o acesso, a equipe araraquarense deve melhorar seu desempenho e corrigir alguns erros antigos, que vem atrapalhando a equipe no torneio.