Aguarde...

ACidadeON Araraquara

boa

Tira o pé do chão!

Participamos de uma aula de Aerial Yoga, uma nova modalidade que mistura a tradição e filosofia do yoga tradicional à prática aérea do tecido acrobático.

| ACidadeON/Ribeirao


Posição de lótus, relaxamento, respiração, permanência e consciência corporal. Tudo isso pode ser associado ao Yoga como símbolos de uma aula tradicional que respeita as raízes da prática oriental. Porém, outras vertentes contemporâneas da prática vêm sendo exploradas e miscigenadas com outras atividades, para suprir a expectativa e demanda do público ocidental. 

Foi o caso do Aerial Yoga, uma modalidade moderna que utiliza um tecido macio para a execução das posturas, que podem ser realizadas no chão ou em suspensão. Essa modalidade foi criada pelo coreógrafo da Broadway e ginasta Christopher Harrison no início da década de 1990, em Nova Iorque. A intenção era oferecer a modalidade para atletas de tecido que desejavam continuar praticando após se aposentarem das competições. 

No entanto, o novo esporte convergiu com a prática milenar do yoga indiano, que já utilizava cordas para posturas suspensas. Surgia, então, uma espécie de Yoga 3.0 interessante aos olhos ocidentais.  

Aqui em Ribeirão Preto, a instrutora Carolina Pinheiro é a única a oferecer a modalidade em seu estúdio no Jardim Sumaré, o Atha Yoga. Segundo ela, a principal vantagem do Aerial Yoga é a estrutura adequada para a realização de posições invertidas, que são mais complexas, sem impacto e com mais segurança. 
 


Fluidez sanguínea e força no abdômen  

Além disso, as posições propiciam um maior fluxo sanguíneo pelo corpo, nutrindo e oxigenando as células para um corpo mais consciente e saudável. "Como o crânio é o osso mais pesado do corpo humano, quando relaxamos na invertida o peso do crânio gera uma tração em todas as vértebras da coluna, aliviando dores na cervical, nas costas e na lombar. Assim podemos ficar longas permanências de ponta cabeça, o que favorece a irrigação do cérebro, reposiciona os órgãos abdominais e melhora a qualidade do sono, entre muitos outros benefícios", explica a professora. "Além disso, o tecido fortalece muito os braços e o core, pois são músculos muito utilizados na execução das posturas aéreas". 

Mesmo com a relação direta com as práticas circenses e o aspecto lúdico da prática suspensa, Carolina ressalta que a modalidade ainda é essencialmente centrada nos princípios do yoga. O grande objetivo das aulas são fornecer ao aluno ferramentas para aquietar a mente, se conectar com sua essência, desenvolver o autoconhecimento e expandir a consciência. 

Conexão com o presente  

Alguns dos males modernos como ansiedade e depressão podem ser amenizados com a prática contínua do Aero Yoga, já que temos cada vez mais dificuldade em estar ligados ao momento presente.  

"O desenvolvimento da consciência corporal ajuda o praticante a se desconectar das lamentações do passado e das preocupações do futuro. A prática física de yoga é uma meditação ativa", diz Carolina. 

Além disso, o sentimento de superação em cada postura realizada pode auxiliar também em processos de recuperação de autoestima e autoconfiança. O fato de o praticante iniciante sentir medo de determinada postura e mesmo assim se desafiar a fazê-la, é um grande avanço mental e que pode influenciar em decisões futuras da vida de cada um.  

Aerial Yoga é pra todo mundo?  

As diversas linhas do Yoga tradicional possibilitam que qualquer um se identifique com a prática, porém, o Aerial Yoga é um pouco mais restritivo. A professora não recomenda, por exemplo, a pessoas com pressão muito baixa, gestantes e com problemas de labirintite ou cinetose (distúrbio que causa mal estar gerado por movimento). 
 


Mudança de corpo e alma  

Dalilia Massina Aranda, 40, veterinária, encontrou o Aerial Yoga depois de uma busca incansável por modalidades esportivas com as quais não se identificava. Após passar pela musculação, ballet e pilates, acredita que encontrou na prática uma motivação especial.  

Além das mudanças físicas como ter emagrecido e conquistado um corpo mais alongado e flexível, Dalila conta que as aulas a ajudaram em aspectos da vida muito mais subjetivos. "O Aerial Yoga transformou minha vida liberando medos e inseguranças. Hoje me sinto mais segura e confiante em todas as áreas de minha vida, mudou muito minha forma de ver o mundo", diz. "No meu caso, que era uma pessoa que precisava sempre sentir que estava pisando em algo concreto, a maior dificuldade pra mim foi tirar o pé do chão, virar de cabeça pra baixo e perceber que não iria cair".  

Já a pedagoga Márcia Marques Ferreira, 56, diz que a prática também tem ajudado diretamente em sua eficiência no trabalho como professora. "Percebo uma maior desenvoltura física, pré-requisito para o meu trabalho com crianças pequeninas. Outro ponto relevante é praticamente a ausência de dores na lombar e no joelho que eventualmente surgiam". 

Segundo Marcia, há posturas que são verdadeiros bálsamos para as dores nas costas e para a sua saúde mental. "A prática me garante na semana os únicos momentos de silêncio e de contato comigo mesma".

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON