Em Araraquara, pintor sofre queimadura e espera por transferência Em Araraquara, pintor sofre queimadura e espera por transferência

Em Araraquara, pintor sofre queimadura e espera por transferência

Há dois dias, Jéferson Luís de Souza está na UPA Central aguardando por uma vaga em hospital de queimaduras; mãe teme por infecção

 
Paciente aguarda na UPA Central por uma transferência para hospital de queimados (Foto: Milton Filho/ acidade on)

Há dois dias, um pintor de 35 anos aguarda ser transferido da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central, em Araraquara, para um hospital de referência em queimaduras. Ele sofreu um acidente doméstico, na tarde do último domingo (26), e está com 30% do corpo queimado.

Jéferson Luís de Souza estava na casa da sua mãe, no Jardim Iedda, quando se acidentou ao preparar o almoço em um tacho dentro da churrasqueira. 

'Cheguei lá no fundo e ele tinha tirado a roupa, estava tacando água no corpo para apagar o fogo', lembrou a mãe Eliete Silvia de Souza, de 54 anos.  
 
 
VEJA TAMBÉM 
 
Saúde agenda raio-x para o pé errado de criança de Araraquara 
 
Araraquara confirma mais 166 casos positivos de coronavírus 

 

O pintor sofreu queimaduras de terceiro grau no rosto, peito e braço, e foi socorrido às pressas por um sobrinho até a UPA Central e, desde então, aguarda pela transferência. 

'Ele pode pegar uma infecção aí. Então, precisava tirá-lo porque ele está em um quarto lá no fundo', disse a mãe sobre o isolamento do filho. 

Segundo a família, Jéferson foi atendido prontamente pela unidade, mas precisa de um hospital especializado e não há vagas. 'Atenderam imediatamente. Ele está muito bem atendido. Hoje, amanheceu melhor, até sentou, está sem dor porque está tomando morfina', contou Eliete. 

A mãe tem permanecido ao lado do filho o dia todo. À noite, ela volta para casa e retorna no dia seguinte. Ela disse ter esperança de que uma vaga seja disponibilizada em breve. 

'Ver um filho no estado deste... eu o vi pegando fogo ainda', finalizou com a voz embargada de choro. 

FALA, SECRETARIAS 

Em nota, a prefeitura de Araraquara disse que o estado de saúde do paciente é estável e que acompanha o caso. 'A secretaria municipal de Saúde acompanha o caso e aguarda regulação da CROSS (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde) para transferência do paciente para unidade de referência de queimados', afirmou. 

A secretaria de estado da Saúde ainda não se manifestou sobre o assunto. 
  

LEIA MAIS 
 
Casa Abrigo LGBT de Araraquara vai abrigar até 12 pessoas

Milton Filho

Milton Filho é repórter da editoria de cidades do portal acidade on. Formado pela Universidade de Araraquara tem passagens pela CBN Araraquara, TV Clube Band e Tribuna Impressa. Acumula há quase 10 anos experiência com internet, rádio e TV.+ info

Mais Notícias

Mais Notícias