ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

Cotidiano

Grupo faz ato contra legalização do aborto no Centro de Araraquara

Manifestantes buscavam sensibilizar a população para possibilidade de legalização do aborto no Brasil

| ACidadeON/Araraquara

 

Um grupo com cerca de vinte pessoas se reuniu, neste sábado (07), no Centro de Araraquara para ato político contra a legalização do aborto. O evento coordenado pelo núcleo local do Direita São Paulo teve início às 14h na Praça do Parque Infantil e seguiu em marcha até a Praça Santa Cruz onde foi finalizado com faxinaço de cartazes pró-Lula. 

Portando faixas e entoando gritos de ordem como "vida sim, aborto não" o grupo fez discursos e tentou sensibilizar a população que passava pela área central para a causa. Para Rodrigo Barbosa Ribeiro, 27, um dos coordenadores do grupo na cidade, a manifestação é contrária ao aborto e favorável a vida. 

"Reivindicamos para que tanto a Câmara Municipal e o Executivo de nossa cidade possam dar ouvidos as nossas pautas. Acreditamos que a vida ela existe a partir da concepção, diferente de algumas ideologias que defendem que o feto não passa de um amontoado de células, nós acreditamos que a vida tem um valor intrínseco e que até hoje a ciência não conseguiu descobrir a partir de que momento existe a vida", afirmou Ribeiro Barbosa. 


Faxinaço 

Após o ato político contra o aborto, os manifestantes fizeram uma limpeza em postes, pontos de ônibus e semáforos que tinham cartazes afixados com frases pela libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril. Com espátulas e folhas de lixa, pouco a pouco, foram retirando os materiais das ruas. O ato foi acompanhado por uma viatura da Polícia Militar e ocorreu de forma pacífica.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Veja também