Publicidade

cotidiano

Búfalas de Brotas: ativistas organizam ida de voluntários à fazenda

Decisão judicial permite entrada de dez pessoas na propriedade para cuidar dos animais; no início do mês, búfalas foram encontrados em situação de maus-tratos

| ACidadeON/Araraquara -

Centenas de búfalas foram encontrados em situação de maus-tratos em Brotas
Um grupo de ativistas da causa animal criou um formulário online para organizar a ida de voluntários até à Fazenda Água Sumida, em Brotas (SP), para ajudar nos cuidados das mais de mil búfalas encontradas em situação de maus-tratos.

Pelas redes sociais, a ativista Carol Destro informou que, neste momento, eles precisam de ajuda técnica para o trato com os animais.

"Se você tem algum tipo de especialidade em trato com animais ou veterinário, enfermeiro, algum tipo de especialista, algo que possa contribuir de forma técnica, por favor, preencha esse formulário, nós vamos entrar em contato", disse.

Nos vídeos publicados, ela explicou que uma equipe está analisando os pedidos de voluntariado, já que uma decisão judicial limita em até dez o número de pessoas que podem entrar na propriedade para cuidar dos animais.

Para preencher o formulário, basta clicar neste link.

MAUS-TRATOS

A Polícia Ambiental de Brotas foi acionada, no dia 6 de novembro, para comparecer à Fazenda Água Sumida por conta da existência de búfalos em situação de desnutrição e maus-tratos.

No local, a polícia constatou que 667 animais estavam em situação de abandono e outros 22 foram encontrados mortos.

Em 11 de novembro, a Justiça determinou a prisão do proprietário e concedeu a tutela provisória à ONG ARA para que os animais sobreviventes recebessem os devidos tratamentos e para evitar a morte de outros no rebanho.

Ao longo do trabalho na fazenda, os voluntários encontraram mais cabeças de gado, totalizando quase mil. Voluntários montaram um hospital de campanha para cuidar dos animais em estado de desnutrição.

Mais notícias


Publicidade