ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Taxistas esperam que poder público 'tome providências' após Uber chegar em Araraquara

Profissionais esperam que concorrentes também sejam taxados para dirigir na cidade e, assim, garantir uma concorrência mais igual

| ACidadeON/Araraquara

Taxistas aguardam postura do poder público (Tom Oliveira/ACidadeON)

É claro que os taxistas não veem com bons olhos a chegada da Uber em Araraquara. Isso já ficou evidente em outras cidades, onde houve manifestações e protestos da categoria. Por aqui, os donos de táxi têm tomado uma postura de aguardar o desenrolar dos fatos e devem cobrar do poder público uma regulamentação do aplicativo na cidade. A esperança deles é que os novos concorrentes também paguem impostos e taxas. 

O AcidadeON conversou com alguns taxistas na tarde desta segunda-feira (12). Eles argumentam ter de pagar vários tributos para operar na cidade e acreditam que os valores cobrados em viagens pelo aplicativo são inviáveis para quem dirige. No entanto, afirmam que, se os novos motoristas também forem taxados de alguma maneira, há espaço de convivência para ambos os serviços.   

Para Aparício Aguiar, que há 47 anos é taxista, a chegada do aplicativo não deve roubar a sua clientela fiel. "Quem está acostumado com a gente, dificilmente vai mudar", afirma.

Já Renato Luis Cabrera, diretor do sindicato representante dos taxistas, afirma que a chegada da Uber e de outros aplicativos semelhantes vai dizimar toda a categoria, criticando as autoridades. "É uma situação revoltante. Todos os argumentos que eu utilizar aqui não vai mudar nada. Deixa a Uber vir. Que coloque 500, 300 carros. O que adianta eu falar alguma coisa?" pontuou.  

A regulamentação
Apesar de liberado o aplicativo na cidade pela própria empresa, ainda não há leis municipais que regulamentem o funcionamento por aqui. A Câmara Municipal deve debater a respeito.  

No dia 28 de fevereiro, a Câmara dos Deputados em Brasília aprovou o projeto de lei que permite o serviço em todo o país. Não exige placa vermelha nos veículos, mas vai ficar a critério dos municípios regulamentar e fazer a fiscalização. O texto aprovado pelo Congresso e que deve ser sancionado pela Presidência da República prevê muitas responsabilidades do poder público municipal como, por exemplo, a cobrança de impostos e a exigência de contratação de seguro contra acidentes. O motorista não pode ter antecedentes criminais.

O aplicativo
Segundo a Uber, a chegada em Araraquara faz parte do plano de expansão no Estado de São Paulo. Para iniciar uma viagem, o usuário deve fazer a solicitação exclusivamente pelo aplicativo no celular, que pode ser baixado gratuitamente no seu aparelho e criar uma conta. Depois é preciso abrir o app e apontar no mapa ou escrever o endereço onde está. O aplicativo pode ser baixado nos sistemas Android ou da Apple. De acordo com a empresa, inicialmente, a categoria disponível na cidade é o UberX e o pagamento poderá ser feito apenas com cartão de crédito.

Veja também