Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Pedágio entre Araraquara e Jaú pode começar a funcionar ainda este mês

Tarifa será de R$ 7,20 e cobrada nos dois sentidos; concessionária diz que já investiu mais de R$ 100 milhões

| ACidadeON/Araraquara

Rodovia SP-255 que liga Araraquara a Jaú terá duas praças de pedágio

A rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-255), que liga a cidade de Araraquara a Jaú, deve iniciar até o fim deste mês a cobrança de pedágio no trecho. A informação foi confirmada por Paulo Cesar Fernandes, gerente de contratos de concessão da Arteris Via Paulista, que também falou sobre os investimentos que foram e devem ser realizados pela empresa.  

Segundo o gestor, o contrato de administração da rodovia completou um ano em novembro do ano passado e, neste período, foram investidos R$ 100 milhões com objetivo de melhorar a experiência do condutor que utiliza as vias.  

"Começou com as viaturas de inspeção, serviço de guincho, ambulância e caminhão pipa. Isso em todo este trecho que vai desde Araraquara até a divisa com o Paraná. Com viaturas e o pessoal já treinado para este tipo de atendimento. Junto a isso, nós começamos também um investimento chamado PII (Plano Intensivo Inicial) que é um primeiro ataque à rodovia, principalmente em pavimento, sinalização, drenagem, poda e roçada de todo o mato nas laterais da rodovia, além de poda de árvores, placas e sinalização", explica.   

Recentemente, a empresa responsável pela via passou por avaliação da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), que publicou os valores que deverão ser operados pela concessionária, nas cinco praças de pedágio que funcionarão em toda a extensão da rodovia. Na região de Araraquara, haverá dois trechos de cobrança: em Boa Esperança do Sul e em Jaú, sendo R$ 7,20 e R$ 4,40, respectivamente e para veículos leves.  

"Somos fiscalizados pela Agência e depois de tudo isso, ela faz uma vistoria e valida o trabalho que foi feito. Isso foi concluído e publicado no Diário Oficial dia 28 de novembro", afirma.  

Questionado sobre os prazos para o funcionamento das praças, Fernandes disse que aguarda somente o aval do Governo de São Paulo para iniciar as cobranças, uma vez que a documentação depende da liberação do Secretário Estadual de Transportes.  

"A agência vai até certo ponto, ela vê se está tudo 'ok', valida, calcula o valor da tarifa e publica. Só que a prerrogativa de autorizar o dia e a hora do início da operação é do Governo. Só o secretário dos Transportes é quem tem prerrogativa de dizer o dia e a hora. Nós esperamos que durante o mês de janeiro deva ser publicado", projeta o gestor.  

Mais investimento
Com o início das operações, a concessionária prevê um projeto de ampliações, sendo a primeira delas entre o quilômetro 83 a 147 da rodovia entre Araraquara e Jaú. As obras, segundo a empresa, terão início no primeiro semestre deste ano e deverão ser concluídas em quatro anos, com investimento total de R$ 338 milhões.  

"Agora começa o mais pesado, a parte grande, que são as obras previstas no cronograma desta concessão, que é a duplicação, os dispositivos, passarelas, ciclovias, vias marginais e outras. O grosso da concessão começa agora. Agora sim começa a ver as camadas mais profundas, ou seja, um diagnóstico de como está esse pavimento e se precisa fazer alguma correção", finaliza.  

O início da cobrança nas praças da SP-255 depende de homologação a ser feita pela Secretaria de Logística e Transporte (SLT), conforme prevê a legislação em até 30 dias contados do dia 28 de dezembro do ano passado. 

(Com informações da rádio CBN Araraquara)

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook