Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Pelo menos cinco donos de terrenos são multados por dia em Araraquara

Gerência de Fiscalização de Posturas também aplicou multas por falta de limpeza nas calçadas

| ACidadeON/Araraquara

Pelo menos cinco donos de terrenos são multados por dia em Araraquara (Foto: Amanda Rocha/ACidadeON)
O mato alto em terrenos baldios tem sido uma das principais preocupações dos moradores de Araraquara, que hoje sofrem com uma epidemia de dengue e o aparecimento frequente de escorpiões.  

Somente neste ano, a Gerência de Fiscalização de Posturas do município multou 343 proprietários de imóveis que não providenciaram a limpeza de seus terrenos, média de cinco multas por dia.  

Além disso, a pasta aplicou 134 multas por falta de limpeza nas calçadas e 18 multas por falta de passeio público, além de 15 multas em imóveis abandonados.  

Limpeza
Os proprietários de terrenos particulares que não realizaram a limpeza estão sendo notificados por editais publicados pela Prefeitura e contam com prazo de 10 dias para efetuar a limpeza. Se não o fizerem, depois de vencido este prazo serão multados, as equipes de roçada da Secretaria de Obras vão fazer a limpeza e cobrar pelo serviço.  

Ainda de acordo com a secretaria de Obras e Serviços Públicos, a pasta também tem realizado a limpeza dos terrenos públicos, que são aproximadamente 1,2 mil lotes de um total de 40 mil existentes na cidade.  

Problemas
O mato alto e o abandono desses terrenos trazem medo e diversos transtornos para quem mora próximo a eles.   

Pelo menos cinco donos de terrenos são multados por dia em Araraquara (Foto: ACidadeON)
A secretária Isabel Cristina Ferrara, de 44 anos, convive de perto com o problema. Vizinha da sede do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), no Jardim Primavera, reclama do mato e da sujeira do local. "É uma falta de respeito com a população, pois as pessoas não conseguem andar pela calçada, fora os riscos", ressalta.  

Já na casa da vigilante Fátima Maria Jesus dos Santos, 48 anos, moradora do Altos de Pinheiros, o mato está tão alto que cobre os muros do fundo de sua casa. "O que tiver de bicho nesse terreno passa para casa. Já tiramos dois gambas e uma cobra do meu quintal", explica. 

De acordo com a Prefeitura, por meio de sua assessoria, o Setor de Fiscalização de Posturas irá verificar as condições dos terrenos e, no caso do problema registrado próximo ao INSS, a pasta irá verificar se o local é particular ou do município.  

Caso seja particular, o setor vai enviar um fiscal ao local para analisar a situação e se necessário autuar o proprietário do terreno. Se o terreno pertencer ao município entrará no cronograma de limpeza da cidade.  

Dengue
Entre os problemas causados pelo abandono dos terrenos baldios está a dengue. Com mais de 2.700 casos, a prefeitura tem realizado a fiscalização dos terrenos, em busca de criadouros da dengue.  

Até o final de fevereiro, a Gerência de Controle de Vetores realizou 27 autos de infração. Desse total foram geradas duas advertências e três multas. Os outros 22 processos estão em andamento respeitando prazo de 10 dias que o munícipe tem para se defender.  

Denúncia
A pessoa que flagrar o descarte irregular de lixo e entulho em terrenos baldios, devem denunciar por meio dos telefones: 3301-5032 ou 3301-5034.  

As denúncias podem ser feitas ainda pelo telefone da Ouvidoria da Vigilância Epidemiológica (0800-774044) e pelo Whats App da Prefeitura (16) 99760-1190.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook