Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

"A comoção foi geral", diz araraquarense sobre o fogo na Notre-Dame, em Paris

Vanessa Garcia estava em frente ao local quando o fogo começou; veja o relato

| ACidadeON/Araraquara

Vanessa e o marido Gustavo estão em Paris há três meses (Foto: Arquivo pessoal)
Um grande incêndio atingiu a catedral de Notre-Dame, em Paris, um importante símbolo da cidade, na tarde da última segunda-feira (15). A araraquarense Vanessa Garcia, de 26 anos, está estudando em Paris há três meses junto com o marido Gustavo e estava em frente ao local quando o fogo começou.

"Estávamos em frente à Catedral esperando uma amiga para pegar o metro. Quando percebemos estava saindo uma fumaça da parte de trás da catedral, mas não víamos a chama. Só percebemos o que realmente estava acontecendo quando a polícia chegou e interditou o local", relata Vanessa.

"Ninguém imaginava que o fogo pudesse tomar tantas proporções, mesmo porque, quando começou não víamos chamas. Mas o incêndio tomou grandes proporções muito rápido", diz.

Rotina
A rotina dos franceses e também dos turistas foi modificada. Vanessa, por exemplo, leva três minutos de metro da sua casa até a universidade e na última segunda-feira levou mais de duas horas. "As estações de metro, as ruas, a pontos tudo foi interditado e se locomover ficou bem difícil", conta.

Clima

O clima em Paris é de tristeza, segundo conta Vanessa. "Logo que começou o incêndio, no entrono da igreja muitas pessoas se uniram em orações. A comoção foi geral", diz ela.  

Vanessa conta que a tristeza foi geral (Foto: Arquivo pessoal)
Entenda o que aconteceu
Com o fogo a "flecha", torre mais alta da catedral, desmoronou, mas a estrutura do prédio foi salva, segundo os bombeiros.  

Um bombeiro ficou gravemente ferido durante o combate ao incêndio, de acordo com a agência Reuters.  

O fogo foi relatado primeiro por usuários em redes sociais. Não está claro ainda o que o causou, mas ele pode estar relacionado a uma obra que vinha sendo feita no telhado. A emissora France 2 disse que a polícia está tratando o caso como um acidente.  

A polícia isolou a área e retirou os turistas que estavam dentro da catedral. O acesso à Île de la Cité, onde fica a Notre-Dame, foi completamente fechado.  

Em um pronunciamento em frente à catedral, o presidente francês Emmanuel Macron disse que Notre-Dame será reconstruída. Ele também elogiou a coragem extrema e o profissionalismo dos bombeiros.  

"A Notre-Dame de Paris é nossa história, nossa literatura, nosso imaginário. O lugar onde nós vivemos nossos grandes momentos, nossas epidemias, nossas guerras, nossa libertação", acrescentou Macron, que disse também que seus pensamentos estão com os católicos e com os parisienses.  

Incêndio destrói um dos símbolos de Paris (Foto: Reuters/Folhapress)


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON