Aguarde...

cotidiano

Projeto em escola incentiva doação e troca de peças de roupas

Ação envolve mais de 300 estudantes e tem 1,5 mil peças em exposição

| ACidadeON/Araraquara

Muitas doações já foram recebidas (Foto: reprodução EPTV)
A escola estadual João Salgado Sobrinho, no Jardim Brasil, em Matão, desenvolve o projeto Amor nos Cabides e incentiva os alunos sobre a importância da solidariedade.

O objetivo do projeto é incentivar a troca de roupas, ou seja, quem precisa pega e quem não precisa doa as peças que estão guardadas sem uso e em bom estado. Já foram doadas mais de 1,5 mil peças.

As araras estão cheias e além das roupas tem uma caixa com agasalhos e cobertos. Tem até sapatos e bijuterias. A promotora de eventos Ana Cristina Domingues contribuiu com a campanha. "Doei mais de uma peça, calçados e cobertores."

Assim que as roupas chegam elas passam por uma triagem e as que estão em bom estado ficam disponíveis. Tem até roupa com etiqueta.

"Quando você compra e não gosta ou não serve é ótimo doar, [pois] sempre está ajudando alguém", afirma a confeiteira Rita da Silva. 

Mais de 300 estudantes da escola, entre seis e 10 anos, estão empolgados com a iniciativa que começou em maio. 

A estudante Mariane Vitória Domingues, de 8 anos, levou quatro blusas e duas saias para doar.  "Me sinto muito feliz tendo que ajudar a escola e outras pessoas que estão passando necessidade", diz a estudante Allana Tayane Silva, de 9 anos.  

Escola realiza projeto de doações de roupas (Foto: reprodução EPTV)
Ideia
O projeto surgiu por meio dos professores que conversaram previamente com os alunos para explicar como tudo ia funcionar e desenvolverem atividades relacionadas com o tema.

"A gente está trabalhando os valores na escola e dentro disso foram várias pesquisas que a gente foi buscando e vim com esse tema do bazar", explica a professora Célia Zanazi Chiozzin.

Segundo a diretora da escola, Fabíola Stamboroski, o projeto teve início com a campanha de doações de roupas. "Foi comunicado aos pais sobre o início do projeto. Os alunos trabalharam em sala de aula e aí começou essa rotatividade, muita roupa chegando e muita roupa indo." 

A estudante Maria Luisa Veríssimo de Souza, de 8 anos, pediu autorização para a tia e está separando as roupas para doação. "Fico feliz [ajudando] e a outra pessoa também."  

Cerca de 200 peças já foram doadas até o momento e todo dia tem gente que vem buscar. Quem é de fora da escola toca o interfone e um funcionária acompanha a pessoa na escolha.

A Luciane Lopes Ferreira está desempregada, estava precisando de uma blusa e gostou da campanha. "Aproveitei para pegar essa blusa linda que tinha para doação e levar para casa. Uma blusa bonita que não é tão quente e ajuda um pouco a aquecer o frio da gente."


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON