Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Desvio em linha férrea promete liberar passagem de Bueno

Moradores relatam problema antigo e obra prevista para dezembro pretende solução

| ACidadeON/Araraquara

Distrito de Bueno de Andrada fica fechado quando as locomotivas estão em operação (Foto: Fernanda Manécolo)
Entrar ou sair de Bueno de Andrada pode levar mais tempo do que se imagina. Quando os trens bloqueiam a principal entrada do distrito, a viagem pode ficar mais longa. Porém, este problema está com os dias contados, um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), obriga a empresa Rumo Logística a construir um desvio até o final deste ano, segundo o Coordenador de Mobilidade Urbana de Araraquara, Nilson Carneiro.

O administrador de imóveis, Antônio Montresor, de 68 anos, esperou 15 minutos na fila para conseguir seguir viagem de Bueno para Araraquara. "Precisa ter um pontilhão ou um túnel para que seja feito essa passagem, porque é muito tempo parado", diz ele.  

O túnel existe, inclusive é utilizado pelo mecânico Valdinei Adriano Silveira, 36. Pra não ficar preso na fila de carros, Valdinei utiliza este caminho, mas que não está em boas condições. A passagem abaixo da linha férrea apresenta uma série de problemas, como buracos, acúmulo de água, sempre que chove, e desníveis. "Utilizamos sempre que o trem para a saída principal, mas quando chove não tem como passar, porque fica alagado", reclama ele.  

"Várias vezes ao dia o trem fecha o distrito e ninguém entre e ninguém sai. Já chegou a ficar quase uma hora a passagem bloqueada. Precisamos de uma providência", diz Silveira.  
 
desvio deve impedir que motoristas fiquem parados esperando a operação das locomotivas (Foto: Fernanda Manécolo)

Dias contados
Este problema tão recorrente pode estar com os dias contados, segundo o Coordenador de Mobilidade Urbana de Araraquara, Nilson Carneiro. Até dezembro deste ano, deve estar em operação uma linha férrea alternativa, entre Bueno de Andrada e Matão. São 1,5 mil metros de ferrovia paralela e que vai impedir que o trem bloqueie o acesso ao distrito. A medida faz parte de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), entre o Ministério Público e a empresa concessionária da ferrovia, a Rumo Logística.  

"Em função de todo este problema eles fizeram projeto e nos apresentaram. Terá linha férrea alternativa e isso irá garantir que não haja mais espera dos motoristas para entrar e sair do distrito", afirma.  

Para a comerciante Maria Lídia de Marchi, 52, que mora em Bueno há 32 anos, os moradores do distrito e assentamentos próximos dependem do acesso e é preciso que algo seja feito. Já que não tem o que fazer quando o trem bloqueia a passagem. "Geralmente as composições bloqueiam a passagem e é muito ruim, se tem uma emergência, não tem o que fazer, por isso, esperamos uma solução", reforça.

Mais do ACidade ON