Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Unesp sintetiza substância do limão siciliano que diminui açúcar no sangue

Suplemento foi testado com sucesso em voluntários e agora começa a ser vendido nos Estados Unidos

| ACidadeON/Araraquara

Limão siciliano tem uma substância que ajuda a reduzir a diabetes (Foto: Ilustrativa)
 
Uma pesquisa realizada pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Araraquara pode transformar a vida de diabéticos.  Isso porque foi desenvolvido um composto extraído do limão siciliano que reduz a glicose (açúcar) no sangue. O suplemento foi testado com sucesso em voluntários e será vendido nos Estados Unidos a partir de outubro para auxiliar na prevenção da diabetes.

O produto é feito à base de eriocitrina, um composto encontrado em frutas cítricas. "Ele é capaz de aumentar a produção de insulina que, por sua vez é capaz de remover a glicose do sangue, diminuindo os níveis de glicose sanguínea", explica a pesquisadora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp, Thaís Borges César.

A pesquisa foi desenvolvida em parceria com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA na sigla em inglês). Os pesquisadores usaram a casca do limão siciliano, que tem altas concentrações da substância, para sintetizar um pó que foi encapsulado.

Segundo os pesquisadores, a principal vantagem é que o produto é natural e não tem efeitos colaterais.

Testes
O composto foi testado em 90 voluntários diagnosticados com pré-diabetes, com um nível de glicose alto no sangue, entre 100 e 125 mg/dl.

Eles tomaram uma cápsula de eriocitrina por dia, com uma concentração da substância equivalente a 20 limões durante três meses. Todos os voluntários apresentaram redução da glicemia, sendo que 25% deles reverteram o estado de pré-diabetes para os índices normais.

Foi o caso da técnica de enfermagem Maria Isabel Kapp. "Eu tenho pai e mãe diabéticos, já tenho a pré-disposição pra ser diabética, então com esse produto da pesquisa, eu não precisei ainda usar os remédios convencionais para baixar minha glicose", afirma.

Não há previsão para o composto ser vendido no Brasil, mas segundo Thaís, consumir o limão siciliano com frequência pode ajudar na redução da glicose.

"Se a gente incorporar o uso dessa fruta na nossa alimentação, vai estar absorvendo essa substância. É claro que em concentração muito mais baixa do que a cápsula, o suplemento que nós demos aos pacientes, mas ao longo do tempo, isso vai ter um efeito na nossa saúde", afirma a pesquisadora.


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso. Para mais informações, consulte nosso TERMO DE USO"

Facebook

Mais do ACidade ON