Aguarde...
Voltar

cotidiano

Parada do Orgulho LGBTQIA+ de Araraquara será em outubro

Atração de peso vem sendo negociada e deve atrair muita gente para a Fonte Luminosa; organização divulgará em breve

| ACidadeON/Araraquara

Parada LGBT Araraquara


Definida a data da 10ª edição da Parada do Orgulho LGBTQIA+ de Araraquara: será no dia 27 de outubro. A comissão organizadora divulgou o evento e adiantou que a concentração será no Parque Infantil, a partir das 12 horas, com o tema "De Stonewall a liberdade".

A Parada é bastante aguardada pela comunidade LGBTQIA+ e aliados e apresenta uma programação variada, cultural e informativa que deve ser divulgada em breve. De acordo com Filipa Brunelli, assessora municipal de Políticas LGBTQIA+, uma atração de peso vem sendo negociada e deverá "abalar" a agenda e atrair muita gente para a Fonte Luminosa já que a Parada continua com o tradicional "trio elétrico", que deverá percorrer a Rua Nove de Julho, subir a Avenida Bento de Abreu, na Fonte Luminosa, até chegar ao Palco Principal na Praça Scalamandré Sobrinho, onde DJs e drag queens se apresentam.

Mas Filipa lembra que, além da programação de entretenimento, a Parada visa fundamentalmente construir a cidadania LGBT. "Na verdade, a Parada LGBT é uma resposta às violações desses direitos, à invisibilidade que o grupo de LGBTs sofre todos os dias pela comunidade conservadora, heterocisnormativa e opressora que tenta tirar os direitos e a visibilidade dos grupos que fogem da normatividade", aponta. "E não só os LGBTs, mas todos aqueles grupos marginalizados pelo sistema - como negros e negras, pessoas com deficiência, mulheres...".

O tema "De Stonewall a liberdade", de acordo com a assessora, chega para resgatar a história do movimento LGBT no mundo, e sua celebração de 50 anos de existência. "Também levantaremos o debate de pertencimento e liberdade de orientação sexual e de gênero", informa. "Somente resistindo existiremos! Basta de descriminação e preconceito, chega de LGBTfobia", alerta, lembrando que o Brasil é o país que mais mata LGBTs no mundo todo.

Filipa acredita que "uma Parada que, de fato, representa a todxs, deve ser construída por todxs". Ela conta que a comissão organizadora da Parada 2019 está composta por: Coletivo +Plural, Coletiva Be, pela organização do Miss Gay e Miss Trans, Programa IST/AIDS, Conselho Municipal LGBT (COMLGBT), Bloco Unidxs do Vale, Bloco Diversidade Folia, TR4V4D4, Coletivo Corpo Fechado, Gaspa e Prefeitura Municipal de Araraquara - por meio da Assessoria Especial de Políticas LGBT, Centro de Referência e Resistência LGBTQIA+, Coordenadoria de Direitos Humanos, Secretaria Municipal de Planejamento e Participação Popular, Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, Secretaria Municipal de Comunicação, Secretaria Municipal de Saúde, Secretária Municipal de Obras.

Ainda, o evento conta com os seguintes parceiros: Málaga Valencia, DJ Nova Malibu, Loja Menines, Programa Tricotando, Festa Ai que Loucura by Raissa Assunção e Boate Paradiso.

A organização já começa a divulgar o evento e convida toda a população a apoiar a comunidade LGBT. "Então faça seu cartaz, costure sua bandeira, pinte o arco-íris e venha para a avenida lutar pelos nossos direitos e garantir a efetivação das políticas públicas", chama Filipa. "E aquela pessoa que não é LGBTQIA+, mas é um aliado, também está convidado, afinal a luta contra a LGBTfobia, contra o racismo, contra o machismo: pertence a todxs! Vamos juntxs construir uma cidade solidária e participativa", finalizou a assessora. A programação é gratuita.   
 
Veja como foi a parada LGBTQIA+ do ano passado:



Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON