Aguarde...

ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Atena é a nova 'estagiária' do Canil da Polícia Militar de Araraquara

Com apenas dez meses, a cachorra policial ajuda a encontrar drogas e prender suspeitos

| ACidadeON/Araraquara

Atena é a nova 'estagiária' do Canil da Polícia Militar de Araraquara (Foto: Amanda Rocha/A Cidade ON)
Atena é uma pastor-belga malinois de apenas dez meses que corre, salta e tem um faro afiado. A mais nova estagiária do canil do 13º Batalhão da Polícia Militar de Araraquara ainda está sendo avaliada, mas já vem auxiliando policiais militares a encontrar drogas escondidas pelos bairros.  

 Na última sexta-feira (13) foi o faro de Atena que localizou porções de maconha, crack e R$ 66,90 em dinheiro escondidos no muro de um terreno no bairro Jardim América, Zona Leste. Com o material em mãos, os policiais encaminharam um menor de 13 anos para o plantão, que depois de ouvido foi liberado para os pais.  

Atena é adestrada pelo cabo PM Marcos Carvalho desde 17 de janeiro. O treinamento começou menos de 15 dias após perder seu antigo parceiro, o cão policial Ares.  

"A Atena é muito novinha e está indo muito bem no treinamento, porém tudo vai depender dela. Eu não posso dizer que ela ficará boa nisso ou naquilo, ela que irá dizer durante o treinamento se ela será um cão policial ou um pet", conta Carvalho.  

Ele explica ainda que o treinamento começou quando Atena tinha apenas três meses, dando início a ambientação e socialização dentro do próprio batalhão. A partir desse momento é dado início ao treinamento de detecção de drogas e de mordida.  
  

 
Treinamento
O primeiro passo para o treinamento é descobrir o prêmio que o cão mais gosta. Daí ela começa a associar este presente com o odor da droga. "Ela precisa localizar a droga para ganhar esse prêmio. Nós treinamos em vários ambientes e horários, sempre associando a droga ao prêmio. Quando encontra, ganha o prêmio", ressalta.  

É estimulando os instintos da cachorra que ela passa a trabalhar como cão policial. Porém, precisa alcançar uma pontuação alta tanto de presa quanto de caça.  

"A Atena está começando agora a acompanhar situações reais, mas ela foi muito bem. Foi persistente na busca, inclusive achou um ponto falso, para não frustrar ela na primeira ocorrência. Ela foi, achou, ganhou o prêmio e teve mais persistência em seguida. Ela ainda é uma 'estagiária', ou seja, depois que ela fareja o local, nós colocamos outro cão pronto para vasculhar o mesmo local. Depois que tivermos levado ela para diversas situações e locais, ambientes contaminados, e ela focar na droga, nós podemos dizer que ela está pronta", explica Carvalho.    

Atena é a nova 'estagiária' do Canil da Polícia Militar de Araraquara (Foto: Amanda Rocha/A Cidade ON)
Até um ano e meio o cão policial fica com um cargo provisório, passando por treinamento. Caso seja aprovado, ele trabalha até os oito anos de idade. Ao se aposentar, pode ser adotado por seu condutor. Se ele não puder ficar, o cão vai para outro policial ou qualquer outra pessoa que queira cuidar.  

Atualmente, o canil da Polícia de Araraquara conta com oito cães: belga malinois, pastor alemão, border collie, beagle e bloodhound, que cumprem as funções de detecção de drogas, guarda e proteção, e busca de pessoas. 
 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON