Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Cooperativa Acácia tem mais de 20 bags furtadas por dia

Helena Francisco afirma que além de prejuízo, as cooperadas sofrem ainda com violência verbal e física

| ACidadeON/Araraquara

Acácia possui 180 cooperados (Tom Oliveira/ACidadeOn/Araraquara)
Diariamente, cerca de 20 bags (que são aqueles sacos utilizados para armazenar material reciclável) são levadas da Cooperativa Acácia. Um prejuízo financeiro de R$ 300 por semana apenas em sacos furtados, além do material perdido.  

Em geral, 80 cooperadas saem todos os dias pela manhã percorrendo as ruas de Araraquara e recolhendo casa-a-casa materiais como garrafas, latas e papelão Mas nem sempre voltam para a cooperativa com tudo que recolheram. 

De acordo com a coordenadora de coleta seletiva, Kelly Regina Lopes, os criminosos aproveitam pra furtar os sacos enquanto não são transportados pelos caminhões da cooperativa. "Eles vêm e pegam objetos que já estão armazenados dentro das bags. Ou seja, a gente coleta o material, armazena, e eles vêm e nos furtam. Eles conhecem o nosso roteiro", conta a coordenadora.  

A presidente da Cooperativa, Helena Francisco Silva, afirma que o furto de materiais recicláveis não é uma novidade, mas que atualmente tem sido acompanhado de agressões físicas e verbais. 


Cooperativa Acácia realiza trabalho de coleta seletiva do lixo (Foto: Milton Filho)
"Esses homens falam que o lugar de mulher é na cozinha, no tanque e que esse é o serviço deles [coleta seletiva]. Além disso, já tivemos agressão física com facão, faca, chute e ponta pé. Agora, quando as cooperadas percebem que eles estão se aproximando, elas saem de perto e deixam o material para trás, para não ter confusão", destaca Helena.

De acordo com a presidente da Acácia, cada bag custa R$ 3,00 para a cooperativa. Por semana, o prejuízo é de R$ 300 reais apenas em sacos furtados. "O impacto é enorme, pois temos nossas metas e de repente você não consegue atingi-las. Financeiramente esse impacto é ainda maior, pois a venda desse material é revertida para a renda das cooperadas", justifica.

A Acácia conta com 180 cooperadas, sendo que 80 saem às ruas para realizar a coleta seletiva. Segundo Kelly Regina, todas já enfrentaram o problema. "Você soma o dia trabalhado da cooperada e o material que geram renda para mais de 180 famílias. Isso prejudica a nossa receita", finaliza Kelly.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON