Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

"Não estou mais aguentando esperar, é uma dor terrível"

Laura Maria Lameiro, de 62 anos, afirma que está há meses esperando na fila por cirurgia de pedra nos rins

| ACidadeON/Araraquara

Laura Maria Lameiro aguarda cirurgia de pedras nos rins com urgência (Foto: Amanda Rocha)
 

"Não aguento mais esperar, não consigo mais. É uma dor terrível, parece que estão enfiando uma faca dentro de mim e nunca passa. Eu ligo na secretaria e eles falam que é na Santa Casa, ou o diretor tem que assinar um papel, só me fala isso". 

O relato é de Laura Maria Lameiro, de 62 anos, que aguarda por uma cirurgia de pedra nos rins em Araraquara desde o início deste ano. Segundo ela, as dores são intensas e relatórios médicos apontam que a cirurgia é a única saída para deixar de conviver com o incomodo.  

Desde 2017 Laura convive com pedra nos rins. Segundo ela, de lá para cá foram inúmeras consultas, além de dois procedimentos de litotripsia. Mas, a partir daí começa o drama, já que a demora em fazer o procedimento é grande e como não tem condições financeiras para o particular, a saída tem sido conviver com as dores. 

"Quando eu descobri, fiz o exame, paguei R$ 400, mas eu não tenho condições. O médico me disse que se eu quiser fazer essa cirurgia particular ele cobra R$ 15 mil. Eu trabalho ainda, sou cuidadora, sou aposentada, mas ganho um salário mínimo", afirma. 

Segundo Laura, foram inúmeras tentativas de conseguir a cirurgia e acabar com o drama de conviver com a dor, que mesmo quando a Prefeitura dá um prazo para o procedimento já não acredita. "Já me ligaram de vários lugares, a assessora do prefeito, vereadores, mas só acredito quando acontecer mesmo", finaliza.  

VEJA VÍDEO 


Fala, Prefeitura!
Procurada, a Prefeitura, através da secretaria da Saúde informa que a paciente possui consulta agendada para o próximo dia 19 no serviço de Urologia da Santa Casa para agendar a cirurgia, uma vez que o Hospital Regional de Américo Brasiliense não teria condições de realizar o procedimento, pois possui uma lista de espera com 30 pacientes.  

"Diante disso, a Secretaria iniciou negociações com a Santa Casa para o atender a demanda. A previsão é que os pacientes sejam operados entre o mês de dezembro e janeiro", finaliza o documento enviado à redação. 


Mais do ACidade ON