Aguarde...

cotidiano

Araraquara fecha 2019 com um caso confirmado de Sarampo

Segundo responsável pelo Sesa, bebê de um ano teve a doença, mesmo tomando duas doses da vacina

| ACidadeON/Araraquara

Informação foi dada em entrevista à rádio CBN Araraquara (Foto: Gabriela Martins/ACidade ON)
 

Araraquara fechou o ano de 2019 com a confirmação de um caso de sarampo. O paciente, um bebê de um ano e três meses, é morador de Araraquara, mas teria contraído a doença na cidade de São Carlos.  

De acordo com a enfermeira chefe do Serviço Especial de Saúde de Araraquara (Sesa), Ângela Costa, a criança ficou doente, mesmo tendo recebido duas doses da vacina.  

"Provavelmente, essa vacina não fez o que deveria fazer, em termos de anticorpos protetores. Ontem atendi um jovem nas mesmas condições que a criança, com quatro doses de vacina e sem imunidade prévia. Ou seja, ele tomou as vacinas, mas não estava imune. Por conta disso, uma nova dose foi aplicada", explica Ângela. 

Ainda de acordo com a enfermeira, o caso ficou classificado como sendo residente em Araraquara, mas com infecção adquirida em São Carlos.  "Isso é bom por um lado, porque terminamos ano e continuamos com o sarampo sobre controle em Araraquara. São Carlos sofreu com uma epidemia da doença, que foi sendo controlada e se esvaeceu. Lá a taxa de cobertura era menor que a nossa. Em Araraquara, a imunização ficou acima dos 95%, fechando o ano entre 98% e 99%", ressalta.  

Ângela afirma ainda que a mãe da criança foi consciente e manteve o paciente dentro de casa durante todo o período de transmissão. "Mesmo fazendo tardiamente as atividades de bloqueio vacinal, esse caso ficou ali e não teve repercussão. É preciso reforçar o quanto é importante a cobertura vacinal, que os pais e mães tenham essa ciência da prevenção. Hoje, o único modo de prevenção é a vacina", finaliza Ângela.

Mais do ACidade ON