Aguarde...

cotidiano

Produtores reclamam da falta de água no Assentamento Bela Vista

Bomba que manda água para sítios estaria quebrada há 60 dias; DAAE diz que já iniciou troca e vem mandando caminhões-pipa

| ACidadeON/Araraquara

 

Roberto Batistinha mostra água que tem chegado ao assentamento (Foto: Arquivo Pessoal)

Em meio à pandemia do novo coronavírus, moradores do assentamento Bela Vista, em Araraquara reclamam da falta de água. É que uma das bombas que mandam água para os lotes da parte alta do assentamento está em manutenção e não possuí data para ser concluída. 

Enquanto não há uma solução, o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (DAAE) afirma que está mandando caminhões-pipa para fazer o abastecimento dos sítios. Porém, segundo relato dos produtores, não é bem assim que ocorre na prática. 

"Está completando 60 dias que o poço está com problema e há dificuldade no abastecimento de no Bela Vista. O DAAE não está dando assistência para o assentamento, pois falta água para tomar banho, fazer comida e dar aos animais", explica o produtor Roberto Jacob Batistinha.  

Segundo Robertinho, como é conhecido, outro problema tem sido a qualidade da água enviada pela autarquia. Ele relata que o líquido trazido pelos caminhões é barrento e fica quase impossível usar para banho ou até mesmo usar para fazer alimentos. 

"Abasteceram minha caixa e colocaram mil litros de uma água vermelha. E não sabem quando vão resolver o problema. Já discutimos com funcionários, aí só veio um caminhão, com oito mil litros de água para quase 200 famílias. Agora como vamos fazer higiene se não conseguimos tomar banho, lavar as mãos e ficar dentro de casa? Temos que sair de casa", afirma.  

Segundo produtores, água que chega está 'barrenta' (Foto: Arquivo Pessoal)

No último domingo (30), por exemplo, produtores relataram que houve envio de somente um caminhão-pipa, dificultando ainda mais as práticas de higiene preconizadas pelo Ministério da Saúde em meio a quarentena da pandemia do novo coronavírus. Nesta segunda-feira (30), até o fechamento desta reportagem, não havia chegado o caminhão para abastecer os sítios. 

Fala, DAAE!
Ao ACidade ON, o DAAE informa que leva dois caminhões-pipa, duas vezes ao dia para abastecimento dos assentados no Bela Vista.
Em relação a reclamação de água barrenta, a autarquia informa que desconhece a informação, uma vez que o carro-pipa é limpa e potável. Apesar disso, se compromete a avaliar o problema. 

Sobre o funcionamento do poço 1 do assentamento Bela Vista, o DAAE disse que na última quinta-feira (26) a empresa que fará a recuperação esteve no local para montar os equipamentos. Não foi informada uma data para conclusão do serviço. 

Ainda segundo o DAAE, são feitos serviços emergenciais no assentamento para disponibilizar um sistema de bombeamento de água e implantação de redes a partir do poço 3, para aumentar a oferta de água dos lotes que dependem do poço 1. Por fim, o DAAE acrescenta que vai verificar a situação da água no local. 

Manutenção no poço 1 do Bela Vista não tem previsão para ser concluída (Foto: Arquivo Pessoal)

Mais do ACidade ON