Aguarde...

cotidiano

Estudante cria impressora 3D e ajuda no combate à covid-19

Jovem estuda no IFSP de Araraquara e está produzindo protetores faciais para profissionais de saúde

| ACidadeON/Araraquara

Jovem cria impressora 3D e produz protetores faciais para ajudar a combater o coronavírus (Foro: Arquivo Pessoal)
 
Usar seus conhecimentos para ajudar em um momento de crise. Foi isso que fez o estudante Arthur Ribeiro Costa, de 17 anos. Ele criou uma impressora 3D através de materiais recicláveis e agora está confeccionando protetores faciais para serem distribuídos para as unidades de saúde que estão atendendo pacientes com suspeitas da covid-19. 

O garoto faz curso Técnico em Mecânica Integrado ao Ensino Médio do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) e conta que a ideia surgiu a partir da necessidade de acelerar seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).   
 



"Eu montei a impressora 3D a partir de duas máquinas de escrever e uma impressora, eu tive que pesquisar alguns artigos sobre a placa e programação, mas deu certo. Tive um custo total de R$ 300 e fiz tudo sozinho", conta ele.   

Arthur Ribeiro Costa, de 17 anos, cursa Mecânica no IFSP de Araraquara (Foto: Divulgação IFSP)

O resultado deu certo e a impressora está sendo utilizada para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus. Ele está imprimindo protetores faciais, também conhecidos como face shields, que são produzidos com uma plástico biodegradável.  
Até o momento foram impressos 64 protetores que foram doados para a Prefeitura, que deve fazer a distribuição do material. 

Arthur mora com os pais no Vale do Sol e sempre estudou em escola pública. Ajudar em um momento como este tem sido para ele uma ótima experiência. "Usar o conhecimento para ajudar o próximo é muito bacana", diz ele.

Mais do ACidade ON