Aguarde...

cotidiano

Prefeitura cria cadastro online para distribuição do 'kit merenda'

Famílias interessadas devem mandar e-mail e preencher uma ficha no site da Prefeitura

| ACidadeON/Araraquara

Prefeitura vai distribuir cestas de alimentos para famílias com crianças matriculadas na rede municipal (Foto: Pixabay)
 
A primeira entrega de hortifrutigranjeiros às famílias de alunos matriculados na Rede Municipal de Ensino acontecerá entre os dias 19 a 22 de maio. Serão distribuídos 2.886 kits de alimentação escolar, com verduras, legumes, frutas e ovos. 

Para ter acesso ao kit a família interessada precisa fazer a solicitação através do e-mail institucional: kitalimentacao@educararaquara.com ou ainda pelos telefones (16) 3301-1915, 3301-1919 e 3301-1902.  

Além disso, foi criado um link no site oficial da Prefeitura contendo uma ficha cadastral a ser preenchida pelas famílias solicitantes. Clique aqui e preencha a ficha.
 
a
Os produtos que compõem os kits foram adquiridos de pequenos produtores rurais de Araraquara, através da chamada pública vigente. Dessa forma, além de incentivar a agricultura familiar, a iniciativa vai garantir, na mesa dessas famílias, mercadorias frescas, vindas diretamente do campo. 

"Os alimentos que iriam para as escolas, agora por conta da suspensão das aulas, vão para a casa dos alunos. É uma ação necessária e emergencial, enquanto perdurar a suspensão das aulas, decorrente das ações de prevenção à disseminação da Covid -19", declara a secretária municipal da Educação, Clélia Mara dos Santos.  

"Sabemos que a situação atual tem acarretado dificuldades para muita gente, em especial para uma significativa parcela da sociedade que já vivia em situação de vulnerabilidade social e econômica. As dificuldades e desigualdades sociais e econômicas já existentes se agravaram com a pandemia decorrente do Coronavírus, assim, garantir o alimento para quem precisa dele é medida de justiça e deve ser feito com equidade. O kit com gêneros da alimentação escolar tem objetivo de proporcionar que, mesmo não estando na escola, o aluno tenha sua alimentação com qualidade nutricional e possa continuar seu processo de desenvolvimento, crescimento e aprendizagem", complementa a secretária da Educação.


Mais do ACidade ON