Aguarde...

cotidiano

Dentista monta árvore com máscaras para doação em Araraquara

O ato de amor ao próximo tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importante medida de cuidado à saúde

| ACidadeON/Araraquara

Dentista monta árvore com máscaras para doação em Araraquara
Um homem passou por um consultório odontológico sem máscara e acabou se deparando com um recado preso em uma árvore: "Em tempos de pandemia, usar máscara ajuda a salvar vidas. Eu te protejo e você me protege. Se você não tiver máscara e tiver realmente necessitando, estamos doando. Pode pegar a sua, nos ajude nesta causa".

Foi então, que ele entrou e pegou um saquinho contendo uma máscara de pano e um bilhetinho com palavras de incentivo. A condição pra levar o mimo solidário, foi deixar outro bilhete, escrito a mão, que será entregue a outra pessoa. 

A ideia é da dentista Ana Paula Soares, de 48 anos, que mantém um consultório na rua Padre Duarte, no Centro de Araraquara, próximo ao parque Infantil. "Eu coloquei dez máscara na arvore, mas não sabia dizer quem as pegava. Se eram crianças ou quem realmente necessitava. Então, agora vamos colocar um textinho lá fora e quem realmente precisar, toca a campainha e retira a máscara, na condição de escrever seu recadinho", conta a dentista.

Os colaboradores da Ana Paula também adotaram o projeto e estão empenhados em dar continuidade, que chegam cedinho para ajudar a embalar as mascaras e colocar os recadinhos.

A dentista, Marina Moreto, de 33 anos, ficou tão empolgada com a ação, que buscou apoio com algumas costureiras da cidade de Matão, onde mora. "Postei no facebook e as pessoas não paravam de mandar mensagem e ligar. E, assim, consegui mais máscaras para doação", ressalta.

Uma ação humana e de conscientização. Esta é a definição dada ao projeto pela paciente Vanessa Peleteiro, de 40 anos. Ela também ganhou uma máscara e fez questão de deixar um recado pra próxima pessoa que também será acarinhada.
"Acho que serve para conscientizar, a dar carinho e serve para humanizar as pessoas, levando isso para a casa e para os amigos", destaca.

A ideia é fazer com que as pessoas entendam que não estão sozinhas neste momento difícil de pandemia. A dentista Ana Paula Soares acredita que esta ação possa servir de incentivo pra que mais pessoas sejam solidárias. Pra ela, um ato simples pode contagiar quem participa. 

"Levar uma palavra, um incentivo, um acalento para alguém. É mostrar que as pessoas não estão sozinhas, é uma sementinha plantada no coração de cada irmão que puder encontrar no caminhão", finaliza.

Mais do ACidade ON