Aguarde...

cotidiano

Procon Araraquara fiscaliza abuso de preço em supermercados

Se constatado o sobrepreço do produto, o supermercado será autuado e terá que pagar multa

| ACidadeON/Araraquara

Procon faz fiscalização em supermercados para combater preços abusivos


Cerca de 25 supermercados de Araraquara devem ser fiscalizados pelo Procon até a próxima semana. Preço abusivo de produtos nas prateleiras é a principal reclamação dos consumidores.

Além do arroz, que é um dos produtos que mais teve reclamação de abuso no preço, o feijão, óleo, leite e seus derivados são o foco da fiscalização. É o que explica o coordenador do Procon, Rodrigo Martins.

"A gente está tendo muita reclamação dos consumidores sobre a questão do aumento nos preços, a gente sabe que houve um aumento considerável do fornecedor e também a Fundação notificou os fornecedores. Mas, a gente está fazendo acompanhamento porque sabemos de alguns estabelecimentos que estão se aproveitando da situação e colocando aumento além daquilo que eles já receberam".

Martins conta que o abuso de preço é identificado através de um comparativo de lucro por mês.

"A gente faz uma comparação do preço desse mês com os dois meses anteriores para saber qual foi a margem de lucro aplicada pelo supermercado para a gente saber se ele está fazendo o sobrepreço ou não", explica.

Caso for constatado o sobrepreço, o responsável pelo supermercado será autuado pelo órgão de defesa do consumidor e terá que pagar multa.

Martins explica que o valor da multa depende do tipo de autuação encontrada.

"Varia de tamanho do supermercado, pois se ele é microempresa, o valor é um, se é uma limitada é outro e varia muito também com o tipo de situação encontrada, o tipo de produto, varia muito de alguns reais para milhões", ressalta.

O Procon não fiscaliza apenas o abuso de preço nos produtos, mas, também a questão do prazo de validade.

Inclusive, produtos com a validade vencida são situações mais encontradas pelos fiscais.

"Uma coisa que a gente está encontrando em alguns supermercados ainda, infelizmente, são produtos vencidos nas prateleiras. Então o consumidor precisa ficar atento com isso também, além da questão falta de preço, tudo isso estamos verificando", finaliza.

O coordenador do Procon Araraquara disse que o levantamento final das fiscalizações nos supermercados deve ser divulgado na próxima semana.

Para fazer denúncias sobre abuso de preço e outras situações irregulares, o consumidor pode entrar em contato como Procon, através do Whatsapp (16) 99701 0120 ou pelo telefone (16) 3301 3131, das 9h30 às 16h30.