Aguarde...

cotidiano

Araraquara tem 51 novos casos de coronavírus; eleitor doente não deve votar

A recomendação é que o eleitor justifique a ausência, em um outro momento, e informe que deixou de votar por questões de saúd

| ACidadeON/Araraquara

Mais 51 novos casos de coronavírus em Araraquara (Foto: Arquivo)


A cidade de Araraquara registra, neste domingo (15), 51 novos casos positivos da covid-19. Com isso, desde o início da pandemia, foram registrados 6.011 casos confirmados da doença no município.

Segundo boletim do Comitê de Contingência, do total de confirmados, 220 permanecem em quarentena e 5.720 já saíram. Aguardam resultado de exames 150 amostras.

Neste domingo, 43 pacientes estão internados. Destes, 29 estão em enfermaria e 14 estão na Unidade de Tratamento Intensivo. 

Foram notificados, até o momento, 71 óbitos decorrentes de coronavírus. O óbito mais recente é de um homem de 47 anos, com comorbidades, que estava internado no Hospital Estadual de Américo Brasiliense desde o dia 17 de outubro. Neste domingo, uma morte suspeita está sendo investigada. 

ELEIÇÃO 
De acordo com as recomendações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), eleitores com sintomas ou quadro confirmado de covid-19 não devem comparecer à votação. Assim, quem apresentar febre no dia de votar ou tiver sido diagnosticado com o vírus nos 14 dias antes não deve participar das eleições. Não há, porém, uma proibição para o comparecimento desses eleitores. 

Nesse caso, a recomendação é que o eleitor justifique a ausência, em um outro momento, e informe que deixou de votar por questões de saúde. Se a pessoa com febre ou diagnóstico for mesária, deverá avisar a zona eleitoral para que haja uma substituição na escala. 

O TSE decidiu não adotar a medição de temperatura nos locais de votação, para evitar aglomeração e em função do custo-benefício da medida.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON