Aguarde...

cotidiano

UPA da Vila Xavier fez 35 mil atendimentos desde início da pandemia

Local é referência para atender suspeitas de covid-19; testes de diagnóstico da doença chegam a quase 47 mil

| ACidadeON/Araraquara

UPA Vila Xavier será referência no atendimento de suspeitas da covid-19




O polo de triagem de casos suspeitos de Covid-19 em Araraquara, na UPA da Vila Xavier, já realizou 35.073 atendimentos desde o início da pandemia, em números atualizados nesta quarta (18). É para a UPA da Vila Xavier que todas as pessoas com sintomas gripais devem buscar o primeiro atendimento.

No local, os pacientes sintomáticos também fazem o teste de RT-PCR, quando é coletado material na garganta e na narina para a detecção do material genético do novo coronavírus (SARS-CoV-2) ativo no organismo. Esses diagnósticos são feitos em parceria com a Unesp.

Já são 47.142 testes de covid-19 realizados, segundo a Secretaria de Saúde. Desses, 26.089 foram de RT-PCR. Os outros 21.053 são o teste sorológico em parceria com a Uniara o sangue do paciente é coletado para analisar se o organismo já teve contato com o coronavírus e produziu anticorpos.

Dos testes sorológicos, 5.468 foram feitos no Terminal Central de Integração, na Praça Santa Cruz e nos postos de saúde de seis bairros (Cecap, Yolanda Ópice, Selmi Dei I, Vila Xavier, Jardim América e Santa Angelina). Esse modelo de testagem está à disposição da população de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h30.

A secretaria de Saúde informa que 422 pessoas foram internadas em observação na UPA da Vila Xavier e 508 pacientes ficaram internados e foram cuidados no Hospital da Solidariedade, o hospital de campanha.

O balanço também mostra que o Disque-Saúde tirou dúvidas e orientou 3.975 pessoas, o telefone disponível para apoio psicológico (por causa do isolamento social) atendeu 314 araraquarenses e, também, 376 idosos acima de 65 anos receberam atendimento médico em suas residências.

Os telefones à disposição da população são os seguintes: 0800-771-7723 (o Disque-Saúde, para dúvidas, orientações em geral e agendamentos para visitas domiciliares a idosos) e o 3305-5609 (para atendimento psicológico). Pessoas com deficiência auditiva podem fazer videochamada pelo (16) 99635-0544.

Além disso, famílias em situação de vulnerabilidade social agravada em meio à pandemia podem ligar para a Rede de Solidariedade por meio do 0800-773-1145.

CUIDADOS
O Comitê de Contingência do Coronavírus reforça que a população de Araraquara deve continuar tomando os cuidados necessários para conter o avanço da doença, evitando aglomerações, utilizando máscaras o tempo todo ao precisar sair de casa e higienizando frequentemente as mãos com água e sabão ou álcool em gel.

Os principais sintomas da Covid-19 são febre, tosse, cansaço e falta de ar, mas também são relatados casos de perda de paladar e olfato.

Os idosos são o principal grupo de risco, mas outros fatores devem gerar atenção para risco de complicações, como doenças autoimunes, doenças cardíacas, hipertensão, diabetes, obesidade, pacientes em tratamento de neoplasia (câncer), mulheres gestantes, além de outras comorbidades.

Desde o início da pandemia, Araraquara registrou 6.113 casos de Covid-19, com 73 óbitos. A taxa de letalidade, de 1,19%, é uma das menores do Estado de São Paulo e do Brasil.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON