Aguarde...

cotidiano

Ida de estudantes para vestibular em Ribeirão Preto gera insatisfação

O local de prova passou por mudanças após o aumento do número de casos e a circulação da nova cepa em Araraquara

| ACidadeON/Araraquara

Candidatos terão que viajar até Ribeirão Preto para realizar a prova 
A mudança da prova da 2ª fase do vestibular Unesp de Araraquara para Ribeirão Preto, tem gerando insatisfação entre os 1.582 candidatos que realizariam a prova no município no último domingo (21). 

O local de prova passou por mudanças após o aumento do número de casos e a circulação da nova cepa em Araraquara. 

Araraquara está na fase vermelha do Plano São Paulo de flexibilização e para tentar frear a disseminação do novo coronavírus a prefeitura decretou 'lockdown' por 60 horas. Já Ribeirão Preto está atualmente na fase laranja. 

Para o vereador Guilherme Bianco, a medida deve prejudicar muitos estudantes, já que o horário dos ônibus não daria certo com a prova, além da dificuldade de muitos estudantes a chegarem até o local da prova.  

Na última segunda-feira (22), o parlamentar entrou com pedido na Defensoria para que a prova fosse feita em Araraquara.  

"Em meio à pandemia, com o crescimento da crise do coronavírus em Araraquara e a descoberta de que a nova cepa já assola nosso município que está em lockdown hoje e que outros municípios da nossa região já tomaram medidas mais restritivas para garantir o isolamento social você pegar 1,5 mil estudantes e mandar para Ribeirão Preto fazer o exame você está colocando em risco não só a vida desses estudantes, mas das pessoas que podem ter contato com eles. Então para evitar que os estudantes sejam prejudicados e não possam fazer a prova e para evitar também um problema maior no que diz respeito a pandemia. Efetivamente é muito importante a gente garantir que os vestibulandos possam prestar o vestibular para que tenham o seu sonho de ingressar na universidade pública realizado", ressalta. 

REPERCUSSÃO EM RIBEIRÃO
O tema não tem gerado discussão apenas em Araraquara, mas também na cidade de Ribeirão Preto.  

Durante entrevista coletiva para anunciar a circulação da nova cepa P1, o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) afirma que a ida de estudantes de Araraquara para prestar a Vunesp é uma preocupação. 

"Vamos verificar do ponto de vista jurídico qual é nossa alçada, com a colaboração do Ministério Público, para que tenhamos uma solução que traga maior segurança sanitária para Ribeirão Preto, podendo ser até mesmo a não realização dessas provas, pelo menos neste momento da pandemia e como ela vem ocorrendo em Araraquara", afirma.
A Prefeitura de Ribeirão Preto afirma que ainda há dúvidas sobre a capacidade de proibir a realização da prova na cidade e diz estudar a situação desde o último domingo (21).


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON