Aguarde...

cotidiano

"A situação é ruim, mas o tsunami não chegou", alerta Edinho

Prefeito ressalta necessidade de distanciamento social e relata preocupação com falta de profissionais e oxigênio

| ACidadeON/Araraquara

Edinho Silva prefeito de Araraquara (Foto: Amanda Rocha)
"Infectologistas que temos ouvido dizem que a crise que vivemos hoje é grave, mas o tsunami ainda está por vir. Ainda não chegou, mas é quando pacientes que bateram recorde de contaminação estiverem demandando leito". 

O alerta é do prefeito Edinho Silva (PT), durante reunião chamada pela Câmara Municipal, nesta quarta-feira (24), para discutir o enfrentamento à pandemia da covid-19. 

Desde as 12 horas do último domingo (21), a cidade de Araraquara está em lockdown total com regras rígidas de circulação por causa do crescimento dos casos e mortes. 

No momento mais grave da circulação do vírus, Silva diz que há grande preocupação com a falta de profissionais e a ausência de produção de usinas de oxigênio no mercado brasileiro. 

"Temos duas dificuldades, primeiro encontrar profissionais médicos, pois não temos para montarmos equipes para o aumento de leitos que temos que gerar e um problema estrutural de encontrarmos usina geradora de gases medicinais para pacientes covid-19, que é o que ele mais necessita", afirma. 

Nesta quarta-feira a cidade chega a 1.248 pessoas em quarentena e ocupação de 100% dos leitos de enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Segundo Silva, na semana passada eram 60 leitos de UTI e agora são 73. Ainda de acordo com o chefe do Executivo, a cidade possui 165 leitos de enfermaria ocupados por pacientes. 

Silva afirma que a cidade trabalha para ampliar leitos, mas há 13 pacientes na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Vila Xavier aguardando por transferência e não há vagas. 

O encontro promovido pela Câmara foi coordenado pelo presidente, Aluísio Boi (MDB) e a vice-presidente Thainara Faria (PT). Participaram líderes políticos e populares. 

Presente na reunião, o deputado federal Baleia Rossi (MDB) anunciou a destinação de uma emenda parlamentar de R$ 500 mil para custeio da Santa Casa de Araraquara.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON