Aguarde...

cotidiano

Operação estiagem tem início na zona rural de Araraquara

Equipes vão realizar trabalhos de orientação em loteamentos e reforçar fiscalização

| ACidadeON/Araraquara


Operação Estiagem começa em Araraquara visando conter ocorrências de queimadas (Foto: Código 19)

Agentes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e das pastas da secretaria de segurança pública, meio ambiente de Araraquara iniciaram a Operação Estiagem 2021 com o objetivo de reduzir as ocorrências de queimadas na zona rural do município.  

De acordo com o poder público municipal, serão desenvolvidos nas comunidades de assentamento trabalhos de orientação e conscientização lote a lote, treinamentos relacionados aos incêndios e palestras sobre os impactos negativos da prática.

Neste ano, de acordo com o coordenador da Defesa Civil Municipal, Luiz DellAcqua, a preocupação é que o longo período sem chuva pode potencializar as ocorrências de queimadas na área rural.  

Dados do setor revelam que só neste mês de abril o Corpo de Bombeiro já atendeu mais de 100 ocorrências desse tipo em todo o município. A prática está relacionada à limpeza do terreno e até a atos criminosos.

"Este ano houve uma considerável queda do índice pluviométrico, ficando abaixo da média e com isso o solo, a vegetação e umidade favorecem a propagação de incêndios e queimadas também. Somente no mês de abril, o Corpo de Bombeiros já atendeu mais de 100 ocorrências de incêndios. As áreas rurais são bastante acometidas por esse tipo de evento, muitos incêndios ocorrem pela falta de limpeza de lotes, mas temos os que são de origem criminosa", explica. 

"O trabalho da operação estiagem já iniciou nas áreas rurais, principalmente, nos assentamentos onde vamos fazer um trabalho intenso de conscientização, orientação, treinamento e fiscalização, buscando a diminuição no número de ocorrências de incêndio nessas áreas", completa.

Luiz DellAcqua diz que a operação vai começar pelo assentamento Bela Vista. A distância desses locais dificulta a chegada rápida de equipes de combate a incêndio e, por isso, a orientação aos moradores é indispensável.

"No ano passado eles foram bastante acometidos pela incidência de incêndios e a dificuldade desses locais é que são afastados da área urbana. Normalmente demora a chegada do socorro, que é do Corpo de Bombeiros para extinção. É mais demorado que na área urbana, daí a necessidade de um trabalho de conscientização maior, treinamentos para a população, faremos visitas lote a lote para conscientização", afirma.

Além da orientação, as equipes de fiscalização vão intensificar o trabalho para coibir a prática criminosa. No ano passado, criminosos foram detidos em flagrante no município.

"No ano anterior, as forças de segurança lograram êxito em seis flagrantes pelo crime de incêndio, que foram conduzidos até a Polícia e ficaram à disposição da Justiça. Esse trabalho de monitoramento e fiscalização será intensificado para que a gente possa coibir essa prática danosa que traz muitos males para a sociedade e toda a população", finaliza.

Em 2020, a gestão ambiental de Araraquara realizou 1.048 atendimentos a queimadas e o Corpo de Bombeiros atuou em 193 ocorrências.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON