Publicidade

cotidiano

Araraquara vai multar quem vende itens sem comprovação de origem

Nova lei quer evitar comércio de produtos furtados de cemitérios por exemplo

| ACidadeON/Araraquara -

Objetivo da lei é coibir furtos em cemitérios, por exemplo
A lei que prevê a aplicação de multa aos estabelecimentos que comercializam materiais sem comprovação de origem, foi sancionada e publicada em edital, em Araraquara. 

O estabelecimento comercial que vender ou estocar produtos sem comprovação e que seja oriundo de cemitério, placas de sinalização, tampas ou grades protetoras de bueiros, cabos ou fios de cobre ou alumínio e ainda escórias de chumbo ou metais pesados, receberá multa de 50 Unidades Fiscais Municipais (UFM) - R$3.014,50 e, em caso de reincidência, a multa sobe para 100 UFMs R$ 6.029. Após a primeira reincidência, o estabelecimento ainda terá seu alvará de funcionamento suspendo por 30 dias. 

A lei tem o objetivo de coibir o furto desses objetos e passa a valer 90 dias após sua publicação oficial.

Mais notícias


Publicidade