Publicidade

cotidiano

Veja como ajudar Gabriel Furlan, vítima grave de um acidente em Araraquara

O jovem de 18 anos sofreu um acidente de moto em outubro de 2020 e desde então seu estado de saúde é delicado

| ACidadeON/Araraquara -

Gabriel sofreu um grave acidente de moto em outubro de 2020
Todos os dias Renata Gonçalves da Silva Furlan, de 45 anos, cuida de seu filho acorda de madrugada, dá banho, troca a fralda e o alimenta. Tudo pareceria normal, se tivéssemos falando de um recém-nascido. Entretanto, Gabriel Furlan tem 18 anos. Não anda, não fala e não se alimenta sozinho. Para Renata, mais que um filho, Gabriel é um milagre pelo qual trava batalhas diárias, em busca de pequenas porém importantes conquistas. 

"Gabriel é meu filho, meu milagre e nossa vida. Ele sofreu um grave acidente de moto no dia 11 de outubro de 2020. Gabriel foi dar uma volta de moto e bateu em uma árvore. A pancada foi frontal e muito forte. Ele foi socorrido para a Santa Casa com três fraturas na mandíbula, afundamento de face e uma fratura no quadril. Ele precisou passar por uma cirurgia, pois teve também uma lesão do lado esquerdo da cabeça. Os médicos falaram que o Gabriel tinha 1% de chance de sobreviver e que ele poderia morrer na cirurgia", conta Renata. 

A operação durou seis horas e tiveram que retirar a calota da cabeça e colocar no subcutâneo da barriga, onde ficou por nove meses. 

Gabriel ficou 28 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado gravíssimo. Por conta da pandemia, as visitas não eram permitidas e a cada ligação dos médicos, o quadro do jovem só piorava. 

"Cada vez que os médicos ligavam era uma piora do Gabriel e só um milagre poderia salvar meu filho. Ele teve pneumonia, pegou bactéria hospitalar e infecção no sangue. O médico veio e nos deu a pior notícia das nossas vidas e falou que ele estava em coma vegetativo, que ele estava em coma vegetativo, que o Gabriel não ia andar, falar ou acordar, seria uma pessoa morta-viva em uma cama. Um dia uma médica que era da UTI e veio falar comigo para falar que não tinha mais remédio para dar para ele e pediu para que eu me prepare-se para o pior. Eu respeito a medicina, mas a última palavra é de Deus. Se ele tem 1% de chance, para Deus ele tinha 99%. Ali dobrei meu joelho e orei, orei muito, como uma mãe desesperada, que não tinha mais o que fazer a não ser pedir a Deus", afirma.   

Gabriel Furlan luta pela vida após acidente de moto (Foto: Rede Social)
Após 14 dias no quarto Gabriel recebeu alta, foi para casa e uma nova batalha começava, afinal, os gastos para a melhora do jovem eram altos e a família precisava de ajuda. 

Foram campanhas, rifas e doações de fraldas, remédios e de dinheiro para que recebesse fisioterapia e fonoaudiologia.  

"Gabriel não fala ainda, mas ele tem reflexo nos pés e pernas e se comunica com os olhos. Meu filho é um milagre de Deus. Eu tenho certeza que ele vai se recuperar cada vez mais. A recuperação é lenta sim, é o que os médicos falam, mas ele solta alguns sons, movimenta a boca tentando falar, esboça um pequeno sorriso. No começo ele nem enxergava, agora ele enxerga e escuta tudo", explica a mãe.  

GASTOS
Entretanto, os gastos são altos e busca dos familiares por ajuda são constantes e devem aumentar a partir desse mês, já que a filha de Renata terá que deixar o trabalho para ajudar a cuidar do irmão. 

"Minha irmã fica comigo aqui em casa por 11 meses e agora ela está retornando para casa dela. Minha filha irá ajudar a cuidar dele, mas minha filha terá que sair do emprego para isso. Eu não consigo pegar ele sozinho, pois tenho problema físico. Não tenho condições de trabalhar, pois o Gabriel requer muita atenção e não temos condições para pagar uma cuidadora". 
Amigos realizam rifa para ajudar nos custos do tratamento

COMO AJUDAR
Quem puder ajudar a família na recuperação do jovem Gabriel pode comprar uma rifa no valor de R$10, tendo como prêmio uma bicicleta aro 29. Os interessados em comprar a rifa podem entrar em contato com Miliani pelo 16 992177198. Caso queiram doar qualquer valor é possível fazer via pix - 483.549.258-70 (Bianca da Silva Furlan). 

Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (16) 99767-0187, falar com Bianca. Também é possível acessar as redes sociais e ajudar: Instagram - @ajude_obiel e @recupera_biel e o Facebook Recupera Biel. 

Mais notícias


Publicidade