Publicidade

cotidiano

Araraquara terá estacionamentos obrigatórios para bicicletas

Câmara Municipal aprovou projeto que obriga estabelecimentos privados a terem estacionamentos para bicicletas; proposta aprovada é de um estudante do 8º ano

| ACidadeON/Araraquara -

Araraquara aprovou projeto de lei que obriga estacionamentos para bicicletas em comércios, entre outros (Foto Arquivo: Amanda Rocha)
 

Um projeto de lei (PL) que nasceu em uma sala de aula de uma escola particular de Araraquara foi aprovado por unanimidade em sessão ordinária da Câmara Municipal nesta terça-feira (30). 

A proposta aprovada é que todos os locais com grande afluxo de pessoas tenham estacionamento obrigatório para bicicletas. 

Lucca Passos Machado, aluno do 8º ano é autor original do projeto que indica estacionamento para bicicletas em estacionamentos privados. O projeto foi assinado pelo vereador Guilherme Bianco (PCdoB) e foi apresentado hoje na sessão da Câmara. 

Esse PL instituiu a obrigatoriedade de estacionamento para bicicletas em clubes, shopping, supermercado ,instituições de ensino, agências bancárias, igrejas, hospitais, ginásios, teatros, cinemas, museus e ainda em indústrias. 

O parlamentar destacou o quanto esse projeto é sustentável e beneficia o meio ambiente e incentivar esse meio de transporte coloca Araraquara no patamar de grandes metrópoles que já investiram em infraestrutura de incentivo ao uso das bicicletas. 

"Desta forma falamos de um modelo de cidade que adota a bicicleta como modalidade importante como meio de transporte. Grandes cidades colocam ciclovias e ciclo faixas como alternativa real de transporte público . Temos que incentivar as pessoas a usarem a bicicleta no dia a dia, e garantir estacionamentos adequados , porque hoje não tem onde parar", frisou. 

Já a vereadora Thainara Faria (PT) lembrou que a bicicleta não é apenas um artigo de lazer, mas sim o meio oficial de transporte de muitos trabalhadores.  

"Muitos trabalhadores utilizam a bicicleta como meio de transporte há muito tempo. E não é bicicleta de R$ 3 mil reais de 28 marchas e sim bicicletas sem marcha, barra forte. Hoje a bicicleta tem sido vista também pela elite e classes sociais mais altas como meio de transporte, mas para algumas pessoas é o meio de transporte obrigatório. Quando olhamos a necessidade das pessoas e vemos a bike como meio de transporte enxergamos a necessidade de ter locais decentes para guardar e acessar os comércios e outros espaços", apontou. 

No documento aprovado, o não cumprimento do disposto na lei implicará em multa e será aplicada a cada 30 dias até que se atenda ao estabelecido.

Mais notícias


Publicidade