Publicidade

cotidiano

Fotógrafa araraquarense é especialista em cliques de pets

Carol Boalin uniu paixão por animais com fotografia e hoje clica aniversários e até gestante pet

| ACidadeON/Araraquara -

Fotografia de pet aumentou na pandemia (Foto; Carol Boalin)
 

 

Newborn, gestante, aniversário, são vários ensaios fofos clicados pelas lentes da fotógrafa araraquarense Carol Boalin.

Porém, quem pensa serem ensaios de humanos se engana. Carol é fotógrafa de pet, e uma das idealizadoras do projeto "Me Adote", onde registra cachorros para adoção.

No último ano, com a pandemia, ela disse que aumentou muito a procura por sessões fotográficas com os animais de estimação.

"Uma coisa que aumentou muito nos últimos anos é o ensaio com os pets, a família toda. Porque o cachorro hoje não é mais um animal, é um membro da família. Os animais vivem tão pouco, né, e as pessoas tentam eternizar os momentos com eles, deixar uma lembrança. Parece que a pandemia fez com que as pessoas se aproximassem mais dos cães, meu trabalho está rendendo muito", comemorou. 

Carol Boalin é fotógrafa pet em Araraquara (Foto: Carol Boalin)


Sessão de Natal, Halloween, Carnaval, Páscoa, Festa Junina e até formatura, há sessões para todos os gostos, latidos e miados.

TEMÁTICA ANIMAL
Para conseguir as boas e engraçadas imagens, é preciso muita paciência e amor aos bichinhos. Afinal, até mordida a fotógrafa levou ao clicar um "doguinho". Alguns não aguentam de ansiedade e fazem as necessidades no cenário montado.

"Tem animal que senta no cenário e já faz caras bonitinhas, mas tem uns que são mais difíceis. Depende muito do animal, eles pegam muito a personalidade do dono. A minha é muito agitada, mas consegui adestrar para ficar paradinha no cenário", comentou. 

Breja é a cachorrinha da fotógrafa, ela foi adestrada para sair "bem" na foto (Foto: Carol Boalin)


A fotógrafa fez curso de newborn para humanos, mas mirou nos animais. E o ideal é ter até 15 dias porque depois disso, os filhotinhos ficam muito agitados.

"Fiz o curso de newborn para humanos, mas aplico em cachorros, sou a única aqui no estado de São Paulo que faz newborn de bichinhos. Eu faço de filhotinhos até 15 dias no máximo, porque depois eles se mexem demais, estão conhecendo o mundo, abrindo os olhinhos. Mas tem cachorrinho que é mais calmo até 30, 40 dias. Assim como tem animal que já nasce espoleta", contou. 

Fotógrafa comentou que na pandemia aumentou procura por ensaios com pets (Foto: Carol Boalin)


Carol lembrou que todo cachorro e gato tem o próprio tempo para se soltar para o clique, mas há casos em que é preciso muito petisco, bolinha e brincadeiras para entreter.

Às vezes alguns saem correndo e destroem os cenários. São os ossos do ofício, ou melhor, patas do ofício.

"Tem um caso que o cachorro me associava à veterinária, e sempre queria me morder, mas todos tem o tempo deles, conhecem o cenário. Tem que ter paciência para aguardar o momento do cachorro, passar a ansiedade dele e conseguir o clique perfeito", apontou.

PROJETO ME ADOTE
A fotógrafa começou na profissão há uns bons anos, mas se encontrou na área com as fotos de bichinhos.

E tudo se iniciou com um pedido de um amigo tosador, que gostaria de fazer um book com o antes e depois de seu gatinho. 

Desde então, a agenda da fotógrafa que cobria shows e eventos deu uma guinada de 360º.

"Muita gente veio atrás de mim para fotografar o cachorrinho e fui abandonando fotografia geral de banda e grávidas que fazia. Hoje eu faço mais gestante pet", frisou. 

Projeto Me Adote ajuda muito os cãezinhos em busca de um lar (Foto: Carol Boalin)


A partir daí, ela teve uma ideia para ajudar as amigas e protetoras dos animais Carol Galvão e Tuka Niko, que estavam com muitos cachorros para adoção em ONGs de Araraquara e não conseguia adotantes.

Nascia aí o projeto "Me Adote". Foi um sucesso. Ela clicou cerca de 30 cachorros que aguardavam um lar e todos foram adotados.

"O Me Adote começou no susto em 2017, eu usava o dinheiro que ganhava nos ensaios particulares para comprar acessórios para o projeto, porque tínhamos que ter lacinho, uma sainha diferente. E foi um boom, todos os cachorrinhos foram adotados em 24 horas", lembrou.

Além de amar fotografia, Carol é uma apaixonada por animais. E o nicho de pets não se restringe a cães e gatos.

"Eu escolhi um nicho que amo fazer, sempre gostei muito de bichos e tenho muita paciência para fotografar cães e gatos. Já fiz tucano, cobra, e até aniversário de hamster", concluiu. 

Para conhecer mais sobre o projeto "Me Adote", clique aqui.  

Projeto Me Adote ajuda muito os cãezinhos em busca de um lar (Foto: Carol Boalin)

Mais notícias


Publicidade