Publicidade

cotidiano

Moradores reclamam de mato alto e abandono no Parque São Paulo

Mato alto, bichos peçonhentos e insegurança são principais reclamações de moradores; até sucuri já foi vista

| ACidadeON/Araraquara -

 

 

Avenida Albert Einstein no Parque São Paulo está tomada pelo mato alto (Foto: Amanda Rocha)


O mato alto tomou conta da Avenida Doutor Albert Einstein, no Parque São Paulo, em Araraquara. Moradores reclamam que está impossível ter visão de outros carros nas esquinas da avenida e que acidentes vem acontecendo.

Fora o problema de trânsito na principal via de acesso ao bairro, o local também gera insegurança e animais peçonhentos também aparecem com frequência nas residências. Cobra, aranha, rato e sapo são animais costumeiros. 

"O ponto do ônibus dá até medo de tanto mato alto, quando chove alaga tudo. Isso aqui tá abandonado, acidentes acontecem direto aqui no início da Albert Einstein. Falta sinalização, limpeza pública. O esgoto vive estourando até dentro das nossas casas. Eu quero ir embora do bairro", contou a moradora Sílvia Fingole, de 58 anos 

A moradora mora no bairro há mais de 40 anos e disse que chegou a um ponto em que a solução é ir embora devido ao abandono. Ela contou que há uns quatro meses, viu uma cobra sucuri de seis metros atravessando a Avenida Joseph Smith. 

"Eu tenho medo de sair a noite, até sucuri eu já vi uma de seis metros, ela tava atravessando de um lado para o outro, morro de medo, todos os carros pararam para ela passar. Os rios cortam o bairro e vão fazendo mais casas lá pra cima, aí os bichos invadem a nossa casa, colocaram o bairro numa área que tem bicho", apontou.  

 

 

Ponto de ônibus encoberto pelo mato alto na Avenida Albert Einstein (Foto: Amanda Rocha)


S.O.S Parque São Paulo
Quitéria Lima, mora há sete anos, e endossa que a situação do Parque São Paulo é de abandono e descaso. 

"Eu gosto daqui mas está dando desgosto devido ao mato alto, me sinto acuada, tenho medo de sair a noite. Faz tempo que ninguém vem limpa aqui, está largado. Estamos inseguras, não sabemos o que passa do outro lado, não dá pra ver carro do outro lado. Tem morador que limpa, mas nem pode porque é a prefeitura que precisa fazer o serviço. Até escola tá cheia de mato, o em bairro geral. Precisamos de uma solução", apontou. 

E emendou: "Tem que ter muito cuidado nos pontos de ônibus, não conseguimos ver os carros, ficamos sem visão da rua". 

A moradora Sílvia desabafou que o bairro sempre foi relegado. "Estamos abandonados desde que o bairro foi fundado, nunca foi bem cuidado, ninguém se importa com a gente aqui", opinou.  

 

Avenida Albert Einstein no Parque São Paulo está tomada pelo mato alto (Foto: Amanda Rocha)
 

 O QUE DIZ A PREFEITURA

Procurada, a Prefeitura enfatizou em nota que a Secretaria de Obras e Serviços Públicos informa que irá verificar o local e colocar no cronograma de limpeza do município. 

"Cabe lembrar que o Centro de Controle de Vetores e Fauna Sinantrópica do município realiza o trabalho de busca ativa de animais peçonhentos em toda cidade. A população pode solicitar uma inspeção pelo telefone do Centro 3331-3820 sempre que encontrar algum desses animais. Além disso, os moradores são orientados em relação ao acúmulo de lixo e entulho em terrenos, o que acaba facilitando a reprodução desses animais", apontou a nota.



Mais notícias


Publicidade