Publicidade

cotidiano

Turma do pedal movimenta comércio na zona rural da região

Ciclistas que pedalam na área rural já fazem parte da rotina de padarias da região, que criaram até lanches especiais para esse público

| ACidadeON/Araraquara -

 

Equipe mostra produtos feitos na Padoka do Assentamento Monte Alegre, ponto de encontro de ciclistas da região (Foto: Amanda Rocha)
Equipe mostra produtos feitos na Padoka do Assentamento Monte Alegre, ponto de encontro de ciclistas da região (Foto: Amanda Rocha)

 

Os benefícios de andar de bike para a saúde todo mundo já conhece. Mas a turma que anda de bicicleta nas áreas rurais de Araraquara e região tem impulsionado também o comércio nessas localidades. 

A famosa Padoka, no Assentamento Monte Alegre, em Araraquara, é um exemplo de estabelecimento comercial que tem se dado bem com o fluxo diário de ciclistas que passam pelo local. 

Fundada em 2008 pela Associação das Mulheres Assentadas, a Padoka é hoje um lugar onde os ciclistas se sentem em casa, para fazer seu lanche quando estão passeando pela área rural. 

"Tudo é preparado aqui, com coisas do sítio, tudo natural", contou a comerciante Elisete Cordeiro dos Santos.
Ela disse que o movimento tem aumentado cada vez mais nos últimos tempos e que os ciclistas param para fazer seu lanche todos os dias, faça chuva ou faça sol. 

"Começou aos poucos e foi aumentando. Um foi falando para o outro e hoje em dia vem bastante", relatou. 

LANCHES 

O eletricista Renato Souza Costa, de Américo Brasiliense, é um dos adeptos da bike e também da Padoka. Ele e seus companheiros de pedal geralmente saem de casa bem cedo e enfrentam cerca de 40 quilômetros até chegar à padaria. 

"A gente faz Américo, Araraquara, Bueno. Aqui tem vários tipos de lanches. Precisa se alimentar, repor as energias", contou. 

Já o autônomo Érick Antonio dos Santos é de Motuca e sempre que pode sai para pedalar. E, depois de todo esforço, vem a recompensa. 

"Aqui é um ponto que tem que parar sempre, pra tomar aquele cafezinho de manhã básico. Com três salgados, um lanche, já repõe as energias. Aí vamos nos divertir mais um pouco", disse. 

ÁGUA VERMELHA 

No distrito de Água Vermelha, região de São Carlos, tem comércio que até modificou receitas da casa e lançou lanche especial em homenagem aos ciclistas. 

É o caso de uma padaria que tem como especialidade o doce Cueca Virada, que é feito de acordo com a vontade dos fregueses. 

"Comecei a modificar, tirar uma coisa, colocar outra, até chegar ao ponto que chegou. Todo mundo gostou, pois nunca viram desse tamanho e com essa maciez. Hoje eu faço com recheio, com cobertura, como o cliente quiser, monto na hora", contou a comerciante Maria Cristina Hemino. 

E a padaria serve também o lanche "Pedala", feito em homenagem aos ciclistas. O lanche entrou definitivamente no cardápio, assim como os grupos de ciclistas entraram no cotidiano do comércio, principalmente em tempos de isolamento social na pandemia. 

"O pessoal ficou em casa parado, não tinha o que fazer e começou a aumentar o pedal. Isso trouxe muito mais gente", concluiu Maria Cristina.

Mais notícias


Publicidade