Publicidade

cotidiano

Equipe pede demissão e Santa Casa suspende neurocirurgias

Especialistas rescindiram contrato com o hospital; parte dos procedimentos foi direcionada para São Carlos

| ACidadeON/Araraquara -

Santa Casa Araraquara suspendeu as neurocirurgias após equipe especializada pedir demissão (Foto: Amanda Rocha/ acidade on)
 

A Santa Casa de Araraquara não tem realizado neurocirurgias, desde que a equipe especializada rescindiu contrato com o hospital, em 6 de abril. Os motivos que levaram ao desligamento não foram divulgados. 

Por mês, a Santa Casa de Araraquara realizava, em média, 15 procedimentos de neurocirurgia de urgência. Com a paralisação, parte destes procedimentos passou a ser realizada pela Santa Casa de São Carlos. 

Somente em abril, foram 12 pacientes atendidos na cidade vizinha. Já os pedidos de encaminhamento saltaram de 26 para 42, entre março e abril. 

O diretor do Departamento Regional de Saúde (DRS-3), Jéfferson Yashuda, explicou que foi comunicado da interrupção dos procedimentos em março. No mês seguinte, a paralisação se confirmou. 

Com esta migração, a demanda em São Carlos teria aumentado entre 50% e 60%. Segundo o diretor, a situação só não é pior porque procedimentos também foram direcionados para cidades de outros departamentos. 

"Não é o ideal. A gente precisa tentar resolver dentro do nosso território. Nós entendemos que isto precisa ser respondido de uma maneira mais rápida porque não há possibilidade de São Carlos manter este serviço por muito mais tempo", disse ao portal acidade on.  

Parte dos procedimentos passou a ser realizada na Santa Casa de São Carlos (Foto: Arquivo/ acidade on)

O direcionamento é feito pela Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde (Cross). Na região, apenas as duas Santas Casas tem condições de fazer os procedimentos que são de alta complexidade. 

A migração, porém, tem sobrecarregado os atendimentos na cidade vizinha. "Os pacientes demandam tempo maior de permanência em UTI, leitos hospitalares, e isso também retarda o processo de retomada de cirurgias eletivas", completou Yashuda. 

A Santa Casa de São Carlos informou que apenas oito dos 23 pacientes internados para tratamento pela especialidade de neurocirurgia atualmente são residentes da Região Coração, ou seja, para a qual é referência. Segundo o hospital, estes números mostram o impacto da interrupção da neurocirurgia na Santa Casa de Araraquara.

"Esta demanda sobrecarrega a Santa Casa de São Carlos com redução das vagas para pacientes do município e para patologias da qual é referência. A Santa Casa no momento não recebeu nenhum incentivo financeiro para o tratamento desses pacientes", afirmou.

FALA, SANTA CASA 

Procurada, a Santa Casa de Araraquara informou que está buscando contratar uma nova equipe da especialidade, mas até o momento ainda não conseguiu. "A oferta de profissionais especialistas é muito baixa, o que tem dificultado a recomposição", explicou. 

Segundo o hospital, os atendimentos clínicos continuam normalmente, mas continuidade da neurocirurgia depende diretamente desta contratação. "Por isso não há prazo por enquanto para a retomada das atividades", completou.

Mais notícias


Publicidade