Publicidade

cotidiano

Araraquara confirma 13ª morte causada pela dengue em 2022

Idoso, de 79 anos, morreu no último dia 15 de maio; ao todo, são 7.506 casos da doença

| ACidadeON/Araraquara -


 

 

Araraquara confirmou, nesta quarta-feira (18), a 13ª morte causada pela dengue em 2022. A vítima mais recente da doença é um idoso, de 79 anos, com comorbidades. 


Segundo atualização da Prefeitura, neste ano foram registrados 7.506 casos confirmados, sendo 150 em janeiro, 701 em fevereiro, 4.234 em março, 2.592 em abril e 211 em maio. 


A atualização confirmou a morte de um idoso, de 79 anos, com comorbidades, que estava internado na rede particular e faleceu no último dia 15 de maio. Ele é a 13ª vítima da dengue. 


Com o aumento de casos e mortes, a Prefeitura orientou para que as pessoas fiquem atentas aos sintomas: febre, dor no corpo, dor de cabeça, dor atrás dos olhos e manchas pelo corpo.  

Antigo hospital de Campanha atende pessoas com sintomas de dengue na cidade  (Foto: Milton Filho/ acidade on)
 



O atendimento é realizado no Centro de Atendimento de Dengue, no antigo hospital de Campanha, diariamente, inclusive finais de semana e feriados, das 7 às 21 horas. 


Além disso, é possível ser atendido nas unidades de saúde do município, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30 e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), 24 horas. 


Apesar de ter sido utilizada para pacientes com covid-19, a UPA da Vila Xavier retomou o atendimento de outras patologias e, portanto, suspeitas de dengue também são atendidas. 


No momento em que o paciente procurar atendimento, ele deve levar: RG, Cartão SUS e um comprovante de endereço com o CEP da residência.

Publicidade