Publicidade

cotidiano

Grupo de Araraquara se prepara para a Parada LGBT de SP

Parada do Orgulho LGBT de São Paulo volta à Paulista neste domingo (19) após dois anos acontecendo de forma virtual

| ACidadeON/Araraquara -

   

Com o tema" Vote com Orgulho - Por uma Política que Representa", Parada LBGT retorno neste domingo (19) em SP (Foto: Nacho Doce/Reuters)

 


  

 

Um grupo de araraquarenses se prepara para a 26ª Parada do Orgulho LGBT em São Paulo neste domingo (19). Após dois anos acontecendo de forma virtual devido a pandemia da covid-19, a Parada retorna na Avenida Paulista, a partir das 12 horas. 

Cerca de 20 pessoas de Araraquara alugaram uma van e estão com muita expectativa na volta da Parada LGBT. Para a maioria, será a primeira parada da vida. 

O autônomo Lucas Henrique Dias, 21 anos, está ansioso e empolgado para a data. "Não só eu, mas todos nós que vamos na van estamos muito empolgados e ansiosos, a maioria é a primeira parada de São Paulo, muitos já foram pelo menos na parada de Araraquara, mas ir na maior parada LGBT do mundo vai ser uma experiência totalmente diferente", comentou.  

Lucas Dias (à direita) e o namorado irão participar pela primeira vez da Parada LGBT de São Paulo (Foto: Arquivo pessoal)
VEJA TAMBÉM 

Vencedora do Miss Gay São Paulo 2022 é de Araraquara 

Combate à LGBTfobia: conheça a história da araraquarense Ellyn  


REPRESENTATIVIDADE
O retorno presencial da parada trás o tema "Vote com Orgulho - Por uma Política que Representa", em referência às eleições de outubro deste ano.
Realizado pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP), o evento tem como objetivo reafirmar seu compromisso de luta contra o preconceito e promover a união e a força da comunidade LGBT+. 

Para o autônomo Lucas, o momento é de mostrar a importância do evento e lutar pelos direitos da comunidade LGBT. 

"Depois de dois anos sem ter parada, sem poder nos encontramos na rua, sem poder mostrar a grandeza e a importância desse movimento, essa é a hora de mostrar que ainda estamos aqui sempre lutando pelos nossos direitos e também aproveitando para nos reencontramos", avaliou. 

Neste ano desfilarão pela paulista 18 trios elétricos, sendo o primeiro do grupo Mães Pela Diversidade, que reúne mães de pessoas LGBTQIA+ em apoio à comunidade. 

Entre as artistas confirmadas estão a araraquarense Liniker, Mariana Munhoz, Ana Dutra, Luana Hassen, Nick Cruz, Ariah, Brunelli, Quebrada Queer, Thaline Karajá, Kauan Russell, Tiago Abravanel, bloco Agrada Gregos, Gretchen, Paullete Pink, JoJo Todinho, Majur e as Pitayas, DJ Heey Cat, Mateus Carrilho, Aretuzza Love, Pocah, Luísa Sonza, Pepita, Lexa, DJ Cris Negrini, Ludmilla, MC Rebecca, Minoqueens e Pabllo Vittar

"Após dois anos sem edições presenciais, é um prazer imenso retornar às ruas e reforçar ao público sua responsabilidade em apoiar representantes que estejam comprometidos com um Brasil mais justo e igualitário. É por isso que endossamos na nossa campanha a necessidade de atenção com as eleições que se aproximam", disse a presidente da APOLGBT-SP, Claudia Garcia. 

Segundo a APOLGBT-SP, a parada em São Paulo seguirá todos os protocolos vigentes de segurança, fortalecendo também a luta contra a covid-19. 

RETORNO DA PARADA EM ARARAQUARA 

Neste ano, Araraquara terá de forma presencial a 13° Parada do Orgulho LGBTQIA+.   

Nesta última quarta-feira (15), o anúncio do retorno foi feito através do perfil do coletivo MaisPlural de Araraquara. O evento será realizado em conjunto com a Comissão Organizadora da Parada do Orgulho (COPO),  governo do estado de São Paulo através do MaisOrgulho e da Prefeitura de Araraquara, por meio da Assessoria Especial de Políticas LGBTQIA+. 

Em breve, a data será anunciada.  Nos últimos dois anos, a Parada em Araraquara foi realizada de forma virtual devido a pandemia da covid-19. 

Performance na 12ª Parada LGBTQIA+ Virtual de 2021 de Araraquara (Foto: Amanda Rocha)

 

LEIA MAIS
Casa Abrigo LGBT de Araraquara terá nome de Ricardo Corrêa



Publicidade