ACidadeON Araraquara

Araraquara
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Ideais para rally, estradas do Monte Alegre estão destruídas pelas chuvas

Veículos menores não conseguem trafegar e queda de pontes dificulta a circulação

| ACidadeON/Araraquara

 

ACidade ON - Araraquara
Duas pontes e uma barragem foram levadas pelas chuvas há dois anos e não foram consertadas ainda (foto: Leandro Franco dos Santos/colaboração)

Quer se aventurar por estradas esburacadas, enormes poças de lama, que mais parecem uma represa, fazer a travessia de rios e córregos com muita emoção e “sacolejos”? Pegue seu jipe ou moto e vá para o Assentamento Monte Alegre.

O duro é se você não tem intenção nenhuma de se embrenhar nessa empreitada e mesmo assim precisa encarar esses e muitos outros desafios todos os dias como, por exemplo, as famílias que vivem nessa região da cidade.

VEJA FOTOS DO LOCAL

Quem trabalha na área urbana de Araraquara ou precisa sair dos lotes para resolver algum problema está levando cada dia mais tempo para chegar ao destino. As estradas rurais estão em péssima situação e as prometidas obras de melhorias na região se arrastam há anos e até agora nada.

Se as dificuldades já eram enormes há dois anos piorou com a queda de uma ponte sobre o Ribeirão das Queijeiras, que interliga os setores 6 e 2 e outra sobre o Ribeirão Monte Alegre, responsável pela ligação entre os setores 6 e 3.

Há também uma represa que se rompeu levando com ela a estrada sobre a barragem na estrada que liga o Assentamento Monte Alegre a Matão.

“Faz dois anos que estamos sem ponte e o caminho alternativo está intransitável. Está impossível passar de carr. De moto é impossível. Tem gente circulando apenas com trator e tem morador ilhado, que não pode sair de casa. Está insuportável essa situação por aqui”, reclamou o morador Leandro Franco dos Santos.

Leandro enviou várias fotos para o portal A Cidade ON Araraquara em que retrata a situação das estradas usadas como rota alternativa. Em geral os caminhos estão todos esburacados, a lama impede a circulação de veículos menores e pessoas a pé precisam estar bem determinadas para atravessar todo o lamaçal que se formou em vários pontos.

“É um pedido de socorro mesmo, nem é de ajuda, porque eu preciso trabalhar”, conclui Santos em um áudio enviado via WhatsApp.

O que disse a Prefeitura

As obras de recuperação das pontes já foram licitadas e serão realizadas assim que possível, dependendo da melhora da melhora do tempo em relação as chuvas.

Os recursos são provenientes de convênios assinados pelo prefeito Edinho Silva com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil para as obras de manutenção de duas pontes e uma barragem danificadas por chuvas.

Os três convênios totalizam R$ 292,1 mil: são R$ 54.241,46 para reconstrução da ponte sobre o Ribeirão das Queijeiras (interligação dos setores 6 ao 2 do assentamento), R$ 76.589,35 para reconstrução da ponte sobre o Ribeirão Monte Alegre (interligação dos setores 6 ao 3) e R$ 161.327,90 para uma barragem que liga o assentamento a Matão.

Participe

Se você internauta tem problemas aí no seu bairro nos envie também um Whats App para o número (16) 99260-1301. Mande seu nome completo e fotos do local (utilizar sempre o celular deitado para fazer as fotos).

 

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Cadastrados

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)
Comentário (obrigatório)
0 comentários

Veja também