Aguarde...

cotidiano

Araraquara bate 2 mil casos da covid-19 e prefeito faz apelo

Através de suas redes sociais, Edinho Silva (PT) pede para que população não relaxe cuidados com a saúde

| ACidadeON/Araraquara

Edinho Silva faz apelo para que população mantenha cuidados com covid-19 (Foto: Amanda Rocha/ACidadeON Araraquara)

Araraquara possui quase duas mil pessoas infectadas pela covid-19 e a marca fez o prefeito Edinho Silva (PT) ir às redes sociais para um apelo de que a população não relaxe os cuidados com a saúde em meio à pandemia do novo coronavírus.  

Segundo a última atualização do Comitê de Contingência da doença, a Morada do Sol possui 1.999 casos confirmados, sendo que 1.718 estão curados. Ainda de acordo com os números, 262 pessoas estão em quarentena e outras 233 suspeitas são investigadas. Há ainda 51 pessoas internadas e foram confirmadas 19 mortes em decorrência da doença.  

O município, segundo números da Prefeitura, também é um dos que mais testa no Estado de São Paulo e possui taxa de letalidade abaixo de 1%. Ao todo, foram mais de 17 mil testes e no último fim de semana, foi anunciada uma máquina capaz de obter o resultado dos exames em até duas horas depois da coleta de material no paciente.  

"Mesmo assim, dois mil casos tem que nos chamar atenção. Araraquara precisa estar atenta, porque é uma doença que está circulando muito e as pessoas estão se contaminando. Alguns podem dizer e é verdade, que a taxa de letalidade é baixa, mas chegamos a dois mil casos e são 20 pessoas que perderam suas vidas, o que provocou uma dor imensa nas famílias", diz.  

Na análise de Silva, há um certo relaxamento por parte da população, que precisa ser coibido, alertando que se as medidas não forem respeitadas, mais pessoas serão infectadas com o novo coronavírus. O prefeito ressalta que a pandemia da covid-19 ainda não foi superada em Araraquara e no País.  

"Podemos ter atividades econômicas funcionando para que possamos preservar empregos e isso combata a crise gerada pelo coronavírus. Mas, não é porque temos algumas atividades funcionando e que estamos estruturados, que vamos expor ao risco as pessoas que amamos. Faço um apelo, até que se descubra a vacina e isso parece estar próximo, é importante o isolamento. Ele é a melhor medida para evitar o contágio. Peço a colaboração e ajuda neste momento", finaliza.

Mais do ACidade ON