Aguarde...

cotidiano

Araraquara pretende mapear covid-19 com testagem em massa

Os testes começaram nesta segunda-feira (28), no TCI e na Praça Santa Cruz. Por dois meses, diariamente 150 testes serão feitos

| ACidadeON/Araraquara

Teste em massa realizado no Terminal de Integração para detectar a covid-19 (Foto: Paula Cardoso/CBN)
 
A partir desta segunda-feira (28), equipes da Saúde de Araraquara estarão organizadas em postos de coleta no Terminal Central de Integração e na Praça Santa Cruz para testagem em massa da população contra a covid-19. A cidade soma 4.237 casos confirmados da doença que matou 46 pessoas. 

Serão feitas coletas de amostras para exames pela manhã, com distribuição de 75 senhas diária em cada um dos postos, totalizando 150 testes diários.   

"A ação é de extrema importância para fazermos o monitoramento dos casos positivos e para elaborar novas ações. Este inquérito sorológico será realizado em dois meses, com 150 testes diários", explica Talita Paula Resende Martins, coordenadora executiva da coordenação básica.    


PROCEDIMENTO 
Segundo o Comitê de Contingência do Coronavírus, todo o processo será feito com segurança, seguindo rigorosamente os protocolos sanitários, sem aglomeração e com distanciamento entre um paciente e outro. 

Será feita coleta de sangue venosa, mediante apresentação de senha, e o exame garante resultado para IGG e IGM, ou seja, o teste vai apontar a pessoa que está com a covid-19 e a pessoa que já teve contato com o vírus. "São coletas venosas que será recolhidas dos pacientes e processadas pela Uniara e depois por SMS ou e-mail, no prazo de 24 horas, a pessoa recebe o resultado", explica Talita.

Depois da coleta, todos serão orientados a acessar o resultado do exame por meio de um aplicativo e, dependendo do resultado do exame, a pessoa saberá como proceder para ter toda a assistência em saúde necessária.

A medida faz parte do Plano de Intensificação do Enfrentamento da covid-19 e, com ela, o município vai ampliar ainda mais sua taxa de testagem, que hoje supera 13 mil testes por 100 mil habitantes.   

Anderson foi com a esposa e o filho fazer teste de covid-19 (Foto: Paula Cardoso/CBN)

OPORTUNIDADE 
O vendedor Fabio Rodrigues, de 24 anos, estava passando pelo Terminal de Integração e resolveu fazer o exame. "O importante é saber se teve ou não a doença". Ele que usa o transporte coletivo diariamente conta que desde o começo da pandemia tem redobrado os cuidados como o uso de álcool gel. 

O gestor ambiental, Anderson Pereira dos Santos, 40, também aproveitou a oportunidade e foi com a esposa e o filho de 5 anos fazer o testes. Ele soube da ação pelas redes sociais e foi até a Praça Santa Cruz, no Centro. "Acho muito importante essa testagem em massa para mapear a doença na cidade", afirma. 


Mais do ACidade ON