Aguarde...

cotidiano

Abril tem redução de 63% de mortes em Araraquara

Número de pessoas contaminadas também caiu no comparativo com março

| ACidadeON/Araraquara

UPA da Vila Xavier atende pacientes com coronavírus (Foto: Amanda Rocha/ACidadeON)

Depois recordes de mortes e confirmações de casos de coronavírus registrados nos meses de fevereiro e março, Araraquara apresentou quedas nesses índices no mês de abril. De acordo com dados divulgados pelo poder público municipal, a redução de mortes no período chegou a 63% nesta sexta-feira (30).  

Em abril, o município registrou a morte de 48 pessoas. Em março, o mês com mais óbitos da pandemia, o número chegou a 129 vidas perdidas.  

O mês de abril teve, ainda, queda de 40% no número de confirmações de pessoas infectadas. Saiu de 2.760, em março, para 1.659. A redução, de acordo com o governo, é um reflexo de medidas mais restritivas adotadas pela prefeitura entre os dias 21 de fevereiro e 2 de março. O número de novas contaminações retornou ao patamar de dezembro do ano passado, quando a circulação da nova variante P.1 ainda não tinha sido identificada. 

Para a secretária municipal de saúde, Eliana Honain, o desafio das próximas semanas é manter os números em queda, porém isso depende exclusivamente dos cuidados das pessoas com o isolamento social, para evitar a contaminação.  

"Araraquara vive uma queda de pacientes infectados, internados e número de óbitos, mas o que nos preocupa agora é manter estes números, apesar de todas as medidas que Araraquara vem implementando. A manutenção deste números depende muito do distanciamento social", diz Honain. 

Desde a segunda quinzena de abril, a pasta vem ampliando a testagem em estabelecimentos comerciais, a busca ativa com testagem da população nos bairros de Araraquara, implantando as barreiras sanitárias nas entradas da cidade e monitorando a presença do vírus nas regiões da cidade com análise da rede de esgoto.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON