Aguarde...

cotidiano

Araraquara está prestes a enfrentar um novo lockdown

Neste terça-feira (08) com 21% dos testes gerais positivados para coronavírus, Araraquara entra em alerta máximo para um "fecha tudo"

| ACidadeON/Araraquara

Araraquara está prestes a enfrentar um novo lockdown por causa da covid-19 (Foto: Amanda Rocha)
 
Araraquara entra em alerta máximo para um novo lockdown nesta terça-feira (08). Isso porque 21% dos testes realizados com pacientes sintomáticos e assintomáticos deram positivo para covid-19. 

Mais dois dias com índice acima de 20% nos testes gerais, Araraquara fecha tudo, de acordo com as regras estabelecidas pelo decreto de calamidade pública vigente por conta da pandemia do coronavírus.

CASOS  
Nesta terça-feira, mais 119 casos positivos de coronavírus, o equivalente a 21,13% de 563 amostras analisadas nos serviços públicos e privados de saúde e nos setores econômicos e sociais do município, ou seja, sintomáticos e também assintomáticos testados na busca ativa. Considerando apenas os sintomáticos que procuraram os serviços de saúde, esse percentual sobe para 28,32% de 406 amostras, sendo, destas, 115 positivados. 

Araraquara soma 22.655 casos confirmados de covid-19. 

Considerando que o índice de testes em geral (sintomáticos e assintomáticos) ultrapassou 20% na data de hoje, o município alcançou, pela primeira vez, o índice que estabelece o fechamento das atividades econômicas e sociais, desde que o decreto municipal entrou em vigor. O município entra, portanto, em estado de alerta máximo. 

De acordo com o decreto municipal, para que os segmentos econômicos e sociais de Araraquara continuem abertos para atendimento presencial, a taxa de positividade para covid-19 nos testes não pode ultrapassar 30% dos indivíduos sintomáticos ou 20% nos testes em geral (contando sintomáticos e assintomáticos) por três dias consecutivos ou por cinco dias alternados dentro de um prazo de sete dias de intervalo. 

Caso esses índices sejam ultrapassados, a abertura das atividades econômicas e sociais será suspensa para o controle da pandemia pelo prazo de, no mínimo, sete dias. 

ALERTA 
"Os números revelam, portanto, que a situação é grave e que a covid-19 avançou na cidade, exigindo o cumprimento rigoroso das medidas sanitárias que podem conter a transmissão do vírus da cidade. O município está em estado de alerta máximo e cabe à população em geral participar deste enfrentamento, para evitar que medidas mais restritivas tenham que ser adotadas. Zelar pela vida é obrigação de todos", diz em nota o Comitê de Contingência do Coronavírus.

O Comitê afirma que segue analisando com rigor a situação epidemiológica para deliberar sobre as novas ações de enfrentamento à pandemia e a força-tarefa da Prefeitura está nas ruas fiscalizando e cobrando o cumprimento das regras e normas previstas no decreto municipal. 

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA  
Nesta terça-feira, do total de confirmados, 861 permanecem em quarentena e 21.337 já saíram. Aguardam resultado de exames 1.038 amostras. 

Em relação às testagens realizadas nos setores econômicos e sociais do município, foram aplicados no dia 7 de junho, 157 testes, em 8 estabelecimentos, sendo quatro positivados em diferentes estabelecimentos do setor de serviços. 

Hoje, 197 pacientes estão internados. Destes, 104 estão em enfermaria e 93 confirmados estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 65% de leitos de enfermaria e 90% de UTI. 

Do total de 197 internados, 108 são moradores de Araraquara e 89 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade, sendo que 43 estão em enfermaria e 46 estão em UTI. 

Araraquara registrou, até o momento, 457 óbitos decorrentes de covid-19. Não houve registro de óbito nas últimas 24 horas. 


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON