Aguarde...

cotidiano

Araraquara registra mais três mortes em decorrência da covid-19

Nesta quinta-feira (10), a cidade registrou recorde de contaminação, com 281 novos casos de coronavírus

| ACidadeON/Araraquara

Santa Casa de Araraquara recebe pacientes com covid-19 de toda a região (Foto: Amanda Rocha)
 
Araraquara registrou nesta quinta-feira (10) mais três mortes em decorrência da covid-19. As vítimas mais recentes são mulher de 54 anos, com comorbidade, internada em hospital da rede pública desde o dia 2 de junho; mulher de 56 anos, sem comorbidade, internada em hospital da rede privada desde o dia 20 de maio e homem de 43 anos, com comorbidade, internado em hospital da rede privada desde o dia 3 de junho.

Com estas três mortes, Araraquara soma 462 vítimas fatais da doença deste do início da pandemia. 

Nesta quinta-feira (10), a cidade registrou recorde de contaminação. Foram confirmados mais 281 casos positivos de coronavírus, o equivalente a 22,97% de 1.223 amostras analisadas nos serviços públicos e privados de saúde e nos setores econômicos e sociais do município, ou seja, sintomáticos e também assintomáticos testados na busca ativa. Considerando apenas os sintomáticos que procuraram os serviços de saúde, esse percentual sobe para 29,65% de 880 amostras, sendo, destas, 261 positivados.

Araraquara soma 23.089 casos confirmados de covid-19.

Considerando que o índice de testes em geral (sintomáticos e assintomáticos) ultrapassou 20% na data de hoje, o município alcançou, pela segunda vez na semana, o índice que estabelece o fechamento das atividades econômicas e sociais, desde que o decreto municipal entrou em vigor. O município retorna, portanto, em estado de alerta máximo.

O Comitê segue analisando a situação epidemiológica para deliberar sobre as ações necessárias de enfrentamento da doença. Os números elevados de contaminações registrados nesta quinta-feira reforçam a gravidade da pandemia neste momento no nosso município e exigem medidas preventivas para a contenção do vírus.

De acordo com o decreto municipal, para que os segmentos econômicos e sociais de Araraquara continuem abertos para atendimento presencial, a taxa de positividade para covid-19 nos testes não pode ultrapassar 30% dos indivíduos sintomáticos ou 20% nos testes em geral (contando sintomáticos e assintomáticos) por três dias consecutivos ou por cinco dias alternados dentro de um prazo de sete dias de intervalo. Caso esses índices sejam ultrapassados, a abertura das atividades econômicas e sociais será suspensa para o controle da pandemia pelo prazo de, no mínimo, sete dias. 

"Mais uma vez, o município se encontra em estado de alerta máximo e cabe à população em geral se conscientizar da importância de participar deste enfrentamento, se mantendo longe de qualquer tipo de aglomeração, usando máscara corretamente em espaços públicos, cobrindo nariz e boca máscara corretamente, e respeitando a restrição noturna de circulação", diz a nota.

A força-tarefa da Prefeitura está nas ruas fiscalizando e cobrando o cumprimento das regras e normas previstas no decreto municipal. Mas, zelar pela vida é obrigação de todos e cada um deve fazer a sua parte.

Nesta quinta-feira, do total de confirmados, 1.056 permanecem em quarentena e 21.571 já saíram. Aguardam resultado de exames 1.030 amostras.

Em relação às testagens realizadas nos setores econômicos e sociais do município, foram aplicados no dia 9 de junho, 343 testes, em 11 estabelecimentos, sendo 20 positivados residentes em Araraquara e um de outro município, dos setores de serviços e alimentação. Um estabelecimento do setor de alimentação foi interditado, após abertura de investigação de surto, em cumprimento ao decreto municipal em vigor.

Hoje, 207 pacientes estão internados. Destes, 109 estão em enfermaria e 98 confirmados estão na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 68% de leitos de enfermaria e 87% de UTI.

Do total de 207 internados, 110 são moradores de Araraquara e 97 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade, sendo que 44 estão em enfermaria e 53 estão em UTI.



Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON