Especial Covid-19

Especial coronavirus

Casos de covid-19 por semana caem 82% em Araraquara

Em trajetória de queda semana a semana, 113 casos foram registrados entre 6 de setembro até o último domingo (12) contra 638 casos entre 12 e 18 de julho

| ACidadeON/Araraquara -

Upa da Vila Xavier também registrou queda de atendimentos (Foto: Amanda Rocha)
 
O índice de casos de covid-19 registrados por semana epidemiológica em Araraquara apresenta redução de 82% nos últimos dois meses, segundo as informações dos boletins diários do Comitê de Contingência do Coronavírus.

Foram 638 casos confirmados da doença entre 12 e 18 de julho. Nas semanas seguintes, o gráfico mostra uma queda acentuada: 516 casos (19 a 25 de julho), 449 (26 de julho a 1º de agosto), 445 (2 a 8 de agosto), 311 (9 a 15 de agosto), 267 (16 a 22 de agosto), 163 (23 a 29 de agosto), 135 (30 de agosto a 5 de setembro) e, por fim, 113 casos na última semana (6 a 12 de setembro).

"Isso é consequência da ampliação da vacinação nas faixas etárias, o que nos tem mostrado que a vacina tem sido efetiva contra a variante Delta. Estamos com baixa taxa de ocupação de leitos de UTI, o que não ocorria desde o início da pandemia", explica a secretária de Saúde, Eliana Honain.

Nesta terça-feira (14), 17 pacientes estão internados com covid-19 em Araraquara, sendo 13 em enfermaria (18% dos leitos) e 4 em UTI (8%). Esse patamar de internações é o menor desde maio do ano passado, quando a pandemia estava em seus primeiros meses.

Na segunda-feira (13), 86 pessoas contaminadas pelo coronavírus estavam em isolamento domiciliar (quarentena), menor valor em 15 meses (desde junho de 2020).

UPA DA VILA 
O polo de triagem para casos suspeitos de covid-19, a UPA da Vila Xavier, também apresenta queda drástica no número de atendimentos nas últimas semanas. Neste mês de setembro, até domingo (12 dias), a média de atendimentos foi de 115 pacientes diários, segundo informações da Fungota (fundação municipal que administra a unidade de saúde).

Esse índice já foi de 180 atendimentos diários em agosto, 209 em julho e 276 em junho, durante a chamada segunda onda da doença. Nos 28 dias de fevereiro deste ano, no pior momento da pandemia em Araraquara, foram 300 atendimentos diários em média (161% a mais que os atendimentos feitos atualmente). De acordo com informações da Fungota, os atendimentos de hoje estão, inclusive, abaixo daqueles registrados na rotina da unidade antes mesmo da chegada da covid, quando a unidade atendia casos de urgência e emergência de outras patologias.


Mais notícias


Publicidade