cotidiano

Especial coronavirus

Araraquara confirma mais 67 casos da variante Ômicron

A Prefeitura de Araraquara identificou mais 67 casos da Ômicron em 69 amostras; total confirmado chega a 83 casos

| ACidadeON/Araraquara -

 

Eliana Honain: sequenciamento do vírus comprova transmissão comunitária da Ômicron em Araraquara (Foto: Divulgação)

 

Por meio da parceria da Prefeitura de Araraquara com a Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Botucatu, foram identificados mais 67 casos da variante Ômicron em pacientes positivados para covid-19 em Araraquara, de um total de 69 amostras enviadas ao laboratório da universidade nesta semana. Com os outros 16 identificados anteriormente, agora são 83 casos, no total. 

De acordo com Eliana Honain, secretária municipal de Saúde, os números confirmam o que a crescente curva de contaminação registrada nos últimos dias já vinha revelando: há transmissão comunitária da variante Ômicron no município. 

"Desses novos identificados, apenas um paciente está em observação em enfermaria, por causa da idade avançada. É um idoso de 92 anos. Os demais tiveram apenas sintomas leves, sem nenhuma complicação", explicou a secretária. 

ATENDIMENTO 

O aumento acentuado dos casos registrados a partir da chegada da variante exigiu da Prefeitura medidas rápidas para melhorar o atendimento e testagem da demanda de sintomáticos e assintomáticos. 

Durante a semana foi oferecido atendimento em oito unidades de saúde, no período da manhã e no fim da tarde das 9 às 13 horas, em quiosques anexos às unidades de saúde do Jardim Cruzeiro do Sul, Marivan, Parque São Paulo e Jardim Brasília, e das 17 às 20 horas, nas unidades do Jardim Paulistano, Cecap, Selmi Dei I e Santa Angelina, ambos com 100 senhas por dia. E na próxima semana, o Hospital de Campanha será reaberto como Centro de Referência de Testagem para Covid-19. 

Além do atendimento no polo de triagem da UPA da Vila Xavier e o atendimento pediátrico na UPA Central, todos os dias, 24 horas.
A Prefeitura volta a reforçar, como medida de prevenção e controle frente à nova variante, que as pessoas continuem se vacinando contra a covid-19, incluindo a dose de reforço para todas as pessoas acima de 18 anos e os demais grupos elegíveis. 

Também devem ser reforçadas medidas preventivas, como a frequente higienização das mãos, o uso correto de máscaras e a ventilação natural de ambientes. Além disso, é importante evitar aglomerações desnecessárias. 

Os casos confirmados de covid-19 continuarão sendo sequenciados, assim como o rastreamento, bloqueio e isolamento de casos suspeitos e confirmados e seus contatos.

Mais notícias


Publicidade