cotidiano

Especial coronavirus

Mortes por covid-19 em Araraquara aumentaram 366% em janeiro

Restando 10 dias para terminar, mês registrou 14 mortes contra apenas três em dezembro

| ACidadeON/Araraquara -




 

 

Araraquara confirmou três novas mortes causadas por covid-19, nesta sexta-feira (21). Com isso, até o momento, o mês de janeiro registrou aumento de 366% nos óbitos pela doença. 


Dados dos boletins emitidos diariamente pelo Comitê de Contingência do Coronavírus mostram que o primeiro mês de 2022 registrou até essa sexta 14 mortes. 


É o maior número de óbitos desde o mês de agosto de 2021, quando morreram 15 pessoas. De lá para cá houve redução nas mortes, com 11 em setembro, 12 em outubro e 4 em novembro. 


Em dezembro - menor registro desde maio de 2020 -, foram três vítimas contra 14 de janeiro, um aumento de 366,6% na comparação entre os meses - há ainda 10 dias para terminar o mês.  

Em janeiro houve aumento na procura por atendimento médico na UPA da Vila Xavier (Foto: Guilherme Leal/CBN Araraquara )
 



AUMENTO NAS INTERNAÇÕES
Dados do boletim do Comitê de Contingência do Coronavírus de Araraquara também apontaram que houve crescimento no número de internações em 23,8%, em 24 horas.

Segundo divulgado na última quinta-feira (20), 42 pessoas estavam internadas, sendo 32 em enfermaria - 29 confirmados e três suspeitos -, e 10 em UTI - 9 confirmados e um suspeito.

Já nesta sexta-feira (21), o boletim mostrou que subiu para 52 internados, sendo 41 em enfermaria - 39 confirmados e dois suspeitos -, e 11 em UTI - 9 confirmados e dois suspeitos.

Dos 52 pacientes em hospitais locais, 41 são de Araraquara e 11 vieram de outros municípios: Américo Brasiliense (6), Boa Esperança (1), Ibitinga (1), Rincão (2) e São Carlos (1).

O aumento também impactou na taxa de ocupação de leitos nos serviços públicos e particulares, que saltou de 55% para 71% em enfermaria, e de 37% para 41% em UTI. 


RECORDE DE CONFIRMAÇÕES
O mês de janeiro já registra o maior número de confirmações da covid-19. Até essa sexta-feira foram notificados 11.973 casos, 183,5% a mais que em junho, considerado pico da pandemia.

Neste período, a Prefeitura aumentou o número de testes ofertados nos serviços públicos, com a abertura de um Centro de Testagem no antigo Hospital de Campanha.

O local funciona das 7 às 19 horas, todos os dias, inclusive aos sábados e domingos. É obrigatória apresentação de CPF e comprovante de endereço para ser atendido.

Mais notícias


Publicidade