cotidiano

Especial coronavirus

Araraquara registra morte por covid-19 pelo segundo dia seguido

Vítima foi uma idosa de 74 anos estava internada em rede pública desde o dia 06 de maio

| ACidadeON/Araraquara -

  

 

Araraquara registrou segunda morte no mês por covid-19 (Imagem: Divulgação / Pixabay)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Araraquara registrou a segunda morte por covid-19 no segundo dia consecutivo nesta quinta-feira (12).  

O óbito registrado nas últimas 24 horas é de uma idosa, de 74 anos, com comorbidades, que estava internada em unidade hospitalar da rede pública desde o dia 6 de maio. Portanto, o município registrou, até o momento, 682 óbitos decorrentes da doença. 

Nesta quarta-feira, foram mais 239 casos positivos de Coronavírus, o equivalente a 26,66% de 900 amostras analisadas nos serviços públicos e privados de saúde e nos setores econômicos e sociais do município, ou seja, sintomáticos e assintomáticos. Considerando apenas os sintomáticos que procuraram os serviços de saúde, esse percentual sobe para 36,64%.

A Rede SUS contabilizou nesta data 543 testes em sintomáticos, dos quais 162 foram positivados, sendo 2 de outros municípios, e 286 testes em assintomáticos, com 15 positivados.

Portanto, Araraquara soma 67.220 casos confirmados de covid-19. Do total de confirmados, 517 permanecem em quarentena e 66.021 já saíram. Duas amostras aguardam resultado.

Para consultar o resultado de exames no site da Prefeitura, basta acessar o campo Resultados de Exames (COVID-19) e preencher os dados solicitados. O site também fornece as orientações de como agir, de acordo com o resultado do exame.

Hoje, 12 pacientes estão internados; nove estão em enfermaria, sendo sete confirmados e dois suspeitos, e três em UTI, dois confirmados e um suspeito.

Dos 12 internados, 10 moradores de Araraquara e dois residem em outros municípios: Dourado e Matão.

Hoje, a Santa Casa tem 1 paciente, o Hospital São Paulo tem 3 pacientes, a Unidade de Retaguarda do Melhado tem 2 pacientes e o Heab tem 6 pacientes.

Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 26% de leitos de enfermaria e 16% de UTI.

Todos os positivados, assim como seus comunicantes, são monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.


Mais notícias


Publicidade