Aguarde...

cotidiano

Prazo para confirmar dados no Prouni vence nesta terça

Este ano o programa registrou mais de 1,5 milhão de inscrições

| Especial para ACidade ON

Estudantes devem confirmar dados para acesso ao Prouni (Foto: Divulgação)

Encerra nesta terça-feira (11) o prazo para que os participantes selecionados Programa Universidade para Todos (Prouni), referente ao primeiro semestre de 2020, comprovem as informações cadastradas no ato da inscrição. O sistema do programa registrou mais de 1,5 milhão de inscrições. Já as 252.534 bolsas neste ano é recorde para um primeiro semestre.  

A apresentação dos documentos para a matrícula no Prouni deve ser feita pelo candidato e, também, por membros do grupo familiar. A documentação deve ser comprovado através das versões originais. Além disso, o coordenador Prouni da instituição pode pedir outros documentos eventualmente julgados necessários à comprovação das informações. Confira abaixo quais são exigidos:

documentos de identificação;
comprovantes de residência;
comprovantes de rendimentos;
comprovante de separação, divórcio ou óbito dos pais;
comprovante de pagamento de pensão alimentícia;
comprovantes de ensino médio;
comprovante de professor da educação básica, quando for o caso;
comprovante de deficiência, quando for o caso.

2º chamada Prouni 2020.1 

O programa ainda conta com uma segunda chamada do processo seletivo. O resultado está previsto para ser divulgado em 18 de fevereiro. Nesse caso, os selecionados deverão apresentar os documentos para comprovar as informações até o dia 28. Ao final das duas chamadas, as bolsas eventualmente não preenchidas poderão ser ocupadas por participantes da lista de espera.  

Participaram do Prouni candidatos que que fizeram o é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, obtendo uma nota de corte mínima de 450 pontos na soma das provas objetivas e maior que zero na redação. A modalidade de bolsa irá depender da renda familiar do candidato, sendo renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo para bolsa integral e de até 3 salários mínimos para as bolsas parciais.

Mais do ACidade ON