Aguarde...
Voltar

cotidiano

Acusado de atirar contra ex-esposa e ex-cunhada é condenado a 32 anos

Caso ocorreu no Jardim Água Branca, no bar da família, no início de 2016; julgamento foi nesta terça-feira (8)

| ACidadeON/Araraquara

Juri no Fórum de Araraquara terminou por volta das 18h30. (Foto: ACidade ON)

O acusado de tentar matar a ex-mulher e a ex-cunhada em 2016 foi condenado a 32 anos de prisão, nesta terça-feira (8), em Araraquara. 

Erasmo César Men Ferreira teria entrado no bar da família, no Jardim Água Branca, e disparado cinco vezes. Um dos tiros acertou o tórax da ex-mulher e outro atingiu de raspão a ex-cunhada. A filha dele de 11 que estava no local nada sofreu.  

Após os tiros, o rapaz fugiu em um carro e, em seguida, teria ligado para a ex-cunhada dizendo que voltaria para matá-la, assim como assassinar também a ex-sogra. 

A tentativa de homicídio teria sido desencadeada após a vítima ter pedido para que o homem pagasse a pensão alimentícia da filha do casal.  

Durante o julgamento realizado nesta terça-feira, a acusação convocou cinco testemunhas de acusação e a defesa arrolou três. O nome da vítima estava presente em ambas às listas. O julgamento terminou por volta das 18h30, no Fórum de Araraquara. 
 
Ariovaldo Moreira, advogado de defesa, diz que irá recorrer da decisão, pedindo inclusive um novo julgamento. "Entendemos que o crime foi de lesão corporal e não tentativa de homicídio. A intenção do meu cliente foi assustar a mulher, que estava fazendo cobranças insistentemente, mas não matá-la", diz ele.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON