Aguarde...

cotidiano

Araraquara tem aumento de crimes em janeiro

No comparativo com dezembro, Araraquara registrou aumento de crimes no primeiro mês de ano, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo

| ACidadeON/Araraquara

Dados apontam aumento no número de inquéritos policiais  (Foto: Walter Strozzi/ACidade ON)
A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo divulgou, no final da tarde desta segunda-feira de Carnaval, a estatística de criminalidade no primeiro mês de 2020. Em janeiro, de acordo com os dados, o município de Araraquara registrou 348 ocorrências contra 290 casos em dezembro de 2019. Um aumento de 20% de um mês para o outro.  

Entre os crimes que tiveram crescimento, na mesma comparação, estão o de total de roubo, que saltou de 11 casos para 29. Ocorrências de furtos também cresceram, saltaram de 146 registros para 178, em janeiro. O crime de estupro teve quatro casos registrados pela polícia em janeiro contra três anotados em dezembro. Em janeiro, o estupro de vulnerável aparentou o mesmo número de dezembro, foram três casos.
 
Furto de veículos apresentou queda no município. Foram 11 casos a menos registrados em janeiro, 23 contra 12. Houve queda, ainda, no crime de homicídio doloso, em janeiro foi registrado um caso contra três no mês anterior.  

Houve aumento também no número de inquéritos policiais abertos em janeiro 156 investigações abertas contra 129, em dezembro. Número positivos, de acordo com o Fernando Luiz Giaretta, delegado seccional.  

"Em Araraquara houve uma queda substancial nos crimes mais importantes e o aumento de inquéritos policiais ocorreu pois houve um aumento no número de esclarecimento dos crimes de autoria desconhecida. Esses crimes foram esclarecidos pela Polícia Civil e ai são instaurados inquéritos policiais. Isso é um bom sinal, houve uma queda no número de crimes e um aumento na produtividade, no esclarecimento de crimes", explica o delegado.  

O Estado de São Paulo, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública, terminou o primeiro mês do ano com redução nos casos e vítimas de homicídios dolosos, alcançando as menores taxas do período.  

Os estupros, furtos em geral, bem como os roubos de carga e de veículo, também reduziram de acordo com o governo. Pela primeira vez no período não houve casos de roubo a banco.

Mais do ACidade ON