Aguarde...

cotidiano

Walter Delgatti chega com tornozeleira eletrônica em Araraquara

Delgatti ficou conhecido como hacker de Araraquara porque é suspeito de invadir contas de autoridades políticas

| ACidadeON/Araraquara

Defesa de Walter Delgatti Netto conseguiu passar para regime aberto (Foto: reprodução/redes sociais)
 
A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal (VEP-DF) permitiu, na última quarta-feira (14), que o hacker Walter Delgatti Neto cumpra pena em regime aberto. Na prática, isso significa que ele deixa a Penitenciária do DF I (PDF I), onde está detido desde o ano passado.  

A previsão do advogado de defesa, Ariovaldo Moreira, é que Delgatti chegue em Araraquara na noite desta quinta-feira (15), já com tornozeleira eletrônica. 

O hacker é suspeito de invadir celulares do ex-ministro da Justiça Sergio Moro e outras autoridades. No mês passado, a Justiça concedeu liberdade a ele no âmbito desse processo. Porém, Walter continuou detido porque havia sido condenado em outros duas ações e estava na fase de cumprimento da pena.  

Porém, a defesa conseguiu a liberdade provisória. "A defesa viu com satisfação a decisão da progressão ao regime aberto", diz Moreira. 

OPERAÇÃO SPOOFING
Walter Delgatti foi preso em julho de 2019, durante a Operação Spoofing, que desarticulou uma "organização criminosa que praticava crimes cibernéticos", segundo a Polícia Federal. As investigações apontaram que um grupo acessou contas do aplicativo de mensagens Telegram usadas por autoridades.

À época, Walter Delgatti Neto, admitiu à PF que entrou nas contas de procuradores da Lava Jato e confirmou que repassou mensagens ao site The Intercept Brasil. Ele disse não ter alterado o conteúdo e não ter recebido dinheiro por isso. Parte das mensagens foi publicada no site, a partir de junho de 2019.

Mais do ACidade ON